De virada, Fortaleza vence o Treze e entra no G-4 do grupo A da Série C

29/07/2012 19:17

Com maior posse de bola e lutando contra os próprios erros, o Fortaleza conquistou sua terceira vitória seguida na Série C, vencendo o Treze de virada, neste domingo (29), por 2 a 1 no estádio Presidente Vargas. Após sair do primeiro tempo com a derrota, punição por erros defensivos, o Leão conseguiu a recuperação na etapa final, com gols de Waldison e Micão.
A vitória deixa o Tricolor do Pici, comandado pelo técnico Vica, na vice-liderança do Grupo A da Série C, somando dez pontos em cinco jogos disputados. Na cola do Leão está o Luverdense, com nove pontos.

Nesta segunda-feira, Paysandu e Águia de Marabá (ambos com sete pontos) se enfrentam em Belém, pela quinta rodada, e, em caso de vitória por mais de um gol de diferença, podem passar o Fortaleza.

O próximo desafio do Leão está marcado para o próximo domingo (5), em partida contra o Cuiabá, às 16h, no Dutrinha.

Primeiro tempo

O Treze iniciou o jogo com boa investida, exigindo reação rápida da zaga tricolor, mas foi o Fortaleza quem dominou a posse de bola e levou mais perigo durante a primeira etapa da partida no PV. Aos 4 minutos de jogo, Waldison entrou em choque com a defesa paraibana e foi ao chão. A torcida pediu pênalti, mas o árbitro considerou lance normal.
Em outro momento de pressão do Leão, aos 11, o atacante recebeu bom cruzamento de Geraldo e tentou repetir a meia bicicleta acertada por Jaílson no jogo contra o Salgueiro, mas desta vez a bola passou ao lado do gol, sem perigo para o goleiro Carlos Luna.
O melhor lance do Treze no primeiro tempo partiu de um arremate do meia Luciano Amaral, que mandou forte chute de fora da área, mas a bola passou apenas ao lado da meta de Lopes. As investidas do clube de Campina Grande eram resultado de apostas nos erros da saída de bola do Fortaleza.
Aos 26, Kauê apareceu em boa cobrança de falta e exigiu resposta rápida de Carlos Luna, que espalmou no reflexo para escanteio. O lateral-direito assustou a defesa do Treze com boas cobranças em bola parada e cruzamentos com destino certo.
Apesar da sequência de chegadas ao ataque do Fortaleza, o time de Vica vacilava com passes errados e falhas na marcação. E foi em um cochilo da defesa que, aos 33, Cristian - melhor do Treze na partida - lançou Rodrigo Pardal, que encarou Micão e mandou para as redes, sem chances para o goleiro Lopes. Treze 1 a 0.
O Fortaleza esteve próximo do empate em nova falta cobrada por Kauê. Após defesa de Carlos Luna, a bola sobrou para Geraldo, que chutou lançando a bola próximo da trave esquerda do gol paraíbano. Nos minutos finais, Geraldo e Waldison deram trabalho para Luna com duas finalizações a gol.

Segundo tempo
Na volta para a etapa final, o Fortaleza voltou com uma alteração. Cléo, que se destacou nos treinamentos durante a semana, entrou no lugar de Marcelo Régis, que teve primeiro tempo discreto e pouco criou ofensivamente. Em seus primeiros minutos em campo, o baixinho chutou duas vezes ao gol, agitando a torcida no PV.
Com a vantagem no placar, o Treze de Marcelo Vilar resolveu recuar, montar a retranca e chamar o Fortaleza para o ataque. E foi o que aconteceu. O Tricolor do Pici tomou conta da posse de bola e pressionou, buscando espaços na zaga fechada do adversário.
De tanto procurar, o Leão encontrou a brecha aos 16 minutos. Esley cruzou para a área, Cléo não conseguiu dominar, mas bola sobrou para Waldison mandar para as redes e deixar tudo igual no PV: 1 a 1. Depois do gol tricolor, a partida ficou mais truncada no meio campo, com faltas para ambos os lados.
A virada veio no tipo de jogada em que o Fortaleza foi mais perigoso durante o jogo: bola parada. Aos 35, Guto cobrou falta e no rebote de Carlos Luna, o zagueiro Micão se redimiu pelo vacilo no gol do Treze e fez 2 a 1 para o Leão. Os últimos minutos de partida foram de mais pressão do Fortaleza, que garantiu mais uma rodada com três pontos.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA: Lopes; Rafinha, Micão, Cléber Carioca, Kauê (Guto, 12
min/2T); Leandro, Esley (Marielson, 33 min/2T), Geraldo e Doda;
Waldison e Marcelo Régis (Cléo/2T). Técnico: Vica.

TREZE: Carlos Luna; Valder, Tiago Messis, Bonfim (Manu, 20min/2T),
Luciano Amaral; Júlio César (Alexandre 12min/2T), Vagner Rosa, Everton
Cesar, Cristian (Gilsinho, 22min/2T); Brasão e Rodrigo Pardal. Técnico: Marcelo Vilar.

Cartões amarelos: Kauê , Bonfim (42min/1T), Esley (42min/1T), Cristian
(6min/2T), Júlio Cesar (10min/2T)
Gols: Rodrigo Pardal (Treze, aos 33 min/1T); Waldison (Fortaleza, aos
16 min/2T), Micão (Fortaleza, aos 35 min/2T).
Renda: R$ 292.446
Público total: 15.862
Público pagante: 14.836

Público não pagante: 1.026 

Fonte: Opovo

Tópico: De virada, Fortaleza vence o Treze e entra no G-4 do grupo A da Série C

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!