Fluminense vence o Sport com gol no fim e cola na liderança do Brasileiro

18/08/2012 20:46

Sem o artilheiro Fred, suspenso, o Fluminense teve trabalho para balançar a rede do Sport neste sábado. Demorou, assustou, mas conseguiu... Precisando da vitória para não deixar o Atlético-MG distanciar-se na liderança do Brasileirão, o Tricolor marcou no fim após pressionar durante todo o jogo e arrancou a vitória sobre o time pernambucano, por 1 a 0, no Raulino de Oliveira.
Com o resultado, o Flu garantiu a vice-liderança, com 39 pontos, e ainda coloca mais pressão no Galo – que, com um jogo a menos, também tem 39 pontos e mantém a liderança nos critérios de desempate. O placar só não foi mais elástico graças ao goleiro Magrão, que fez ótimas defesas durante a partida e salvou o Sport. Agora, o time chegou a nove jogos sem vencer, com 14 pontos e na zona do rebaixamento, e aposta no técnico Waldermar Lemos como salvação.
Com a camisa 10 após a saída de Rafael Moura, Thiago Neves desperdiçou a melhor chance do time da primeira etapa: recebeu de Wallace, ajeitou com classe e mandou para fora. No fim do segundo tempo, Tobi foi expulso e o Sport não teve forças para continuar segurando a pressão carioca. Samuel se antecipou à zaga, aos 37 minutos, e marcou o gol da vitória tricolor.
No próximo sábado, o Fluminense faz clássico contra o Vasco, às 18h30, no Engenhão. No domingo, o Sport recebe o Náutico, na Ilha do Retiro, também às 18h30.

O jogo
A partida começou quente. Antes do primeiro minuto, William Rocha e Wallace se chocaram violentamente no meio-campo, o que resultou em muitas reclamações por parte dos tricolores que queriam a expulsão do jogador da equipe pernambucana que passou a ser vaiado sempre que tocava na bola.
E foi o Sport que criou a primeira jogada de perigo aos cinco minutos. William Rocha lançou Rithelly livre na área, o apoiador deslocou o goleiro Diego Cavalieri, que saiu para fechar o ângulo mas mandou a bola para fora. Logo depois foi a vez de Cicinho cruzar com perigo e obrigar o goleiro tricolor a se empenhar para dar um soco na bola e afastar o perigo da sua área.
O Fluminense chegou ao gol do Sport aos nove minutos. Depois de levantamento na área, a defesa se atrapalhou e Valencia conseguiu chutar para o gol mas Magrão defendeu parcialmente e a zaga aliviou.
O time dirigido por Abel Braga tentava utilizar o espaço deixado pelo experiente lateral-direito Cicinho para chegar na área rubro-negra. E ao 23 minutos, o meia Wagner foi lançado nas costas da zaga, entrou na área e tocou na saída do goleiro Magrão, mas a bola acabou saindo bem perto da trave esquerda, para frustração da torcida tricolor. O time carioca ganhou mais motivação e aos 26 minutos, Thiago Neves cobrou falta e a bola levou muito perigo ao gol defendido por Magrão.
Um minuto depois o Sport teve a chance de cobrar uma falta na entrada da área. Hugo bateu, a bola desviou na barreira e Diego Cavalieri fez grande defesa, mandando para escanteio.
Os dois times buscavam sempre o ataque o que tornava a partida muito movimentada. No Sport, o veterano Magno Alves fazia a função de pivô para permitir a penetração dos jogadores do meio-campo. O Fluminense, que tinha Thiago Neves como organizador, sofria com a atuação apática de Rafael Sobis que encontrava dificuldade para se posicionar em campo e quase não participava das ações ofensivas.
Aos 36 minutos, Thiago Neves recebeu cruzamento na entrada da pequena área, matou no peito mas bateu errado e mandou a bola para fora, desperdiçando uma grande oportunidade. Logo depois, Wallace driblou William Rocha com facilidade pelo lado direito, entrou na área e rolou para Rafael Sobis, mas a zaga pernambucana afastou o perigo. A pressão da equipe carioca continuava e aos 38, Wallace lançou bola longa para Wagner que entrava livre pela esquerda. O meia bateu forte, mas a bola bateu em Cicinho e saiu.
Aos 41 minutos, o árbitro marcou falta de Tobi na entrada da área. A cobrança de Thiago Neves explodiu em Cicinho e o perigo foi desfeito. A pressão do Fluminense impedia que o Sport conseguisse se organizar e apenas se limitava a tentarnevitar que o adversário marcasse.
O Fluminense voltou para o segundo tempo com o volante Diguinho no lugar do lateral Wallace que estava se queixando de dores. Jean foi deslocado para fazer a função pela direita e logo aos três minutos. o Tricolor das Laranjeiras criou uma ótima chance para marcar. Thiago Neves percebeu a penetração de Wagner e fez o passe. Wagner entrou na área e chutou, mas o goleiro Magrão salvou com os pés.
Aos oito minutos, o Leão da Ilha quase marcou através de Rithely que foi lançado na área por Magno Alves e bateu rasteiro para boa defesa de Diego Cavalieri.
Dois minutos, Thiago Neves recebeu livre na área e tocou na saída do goleiro Magrão, mas o zagueiro Diego Ivo fez a cobertura perfeita e desviou para escanteio, salvando a sua equipe. O time dirigido por Abel Braga seguia pressionando em busca do gol enquanto a equipe pernambucana apenas tentava aumentar o bloqueio deixando apenas Felipe Azevedo isolado na frente e quase sem participar do jogo.
Aos 19 minutos, Thiago Neves bateu falta e Magrão defendeu com segurança. O técnico Gustavo Bueno reclamava muito das seguidas faltas marcadas pelo árbitro perto da área do Sport e acabou expulso de campo. Aos 24 minutos, Jean cruzou da direita e Thiago Neves cabeceou nas mãos do goleiro Magrão.
A partida caiu muito de ritmo com os dois times errando muitos passes. Só aos 33 minutos o time carioca voltou a criar chance de gol, mas Magrão, com os pés, salvou a conclusão de Gum.
O técnico Abel Braga tentou dar mais força ao time tricolor colocando Higor e Michael, egressos das categorias de base, nas vagas de Valencia e Rafael Sóbis. Logo depois, Tobi que já tinha cartão amarelo fez falta dura sobre Thiago Neves, recebeu nova advertência e foi expulso de campo, deixando o Sport com dez jogadores em campo.

Aos 37 minutos, o Fluminense se aproveitou da vantagem numérica e marcou. Carlinhos cruzou da esquerda e Samuel se antecipou à zaga para colocar no canto esquerdo de Magrão, sem chances para o goleiro do Sport. Nos minutos finais, o Sport ainda tentou pressionar, mas não teve força nem competência para mudar a sorte da partida.

Tópico: Fluminense vence o Sport com gol no fim e cola na liderança do Brasileiro

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!