Apagão prova caos no trânsito

O apagão de energia que atingiu todos os Estados do Nordeste, na tarde desta quarta-feira (28), foi provocado por queimadas em duas linhas de transmissão privadas no Piauí, que fazem a interligação entre o sistema do Norte e do Nordeste.

Blecaute gerou caos no trânsito da Capital cearense.

O primeiro desligamento ocorreu às 14h58, na ligação entre Ribeiro Gonçalves e São João do Piauí. A linha é operada pela Ienne, empresa controlada pela espanhola Isolux. Este circuito foi religado às 15h04, mas houve um novo desligamento, pelas mesmas razões, às 15h06.

Pouco depois, também devido a queimadas, outra linha de transmissão que conecta Ribeiro Gonçalves a São João do Piauí, foi desligada às 15h08. Esta linha é operada pela Taesa, empresa controlada pela Cemig. As informações são do ONS (Operador Nacional do Sistema).

Diante do problema, houve perda de "sincronismo e consequente separação da região Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional".

A perda de carga foi de 10.900 MW, o que provocou o desligamento adicional das seguintes linhas: Presidente Dutra/Teresina, Presidente Dutra/Boa Esperança e Bom Jesus da Lapa/Rio das Éguas.

Ainda de acordo com o ONS, a recomposição da energia foi concluída às 17h30 nas capitais do Nordeste.

Dilma foi informada no início da tarde

A presidente Dilma foi informada do apagão logo no início da tarde de hoje, quando estava no Palácio da Alvorada. Irritada, por temer exploração política do caso pela oposição, que a acusa de tomar medidas intervencionistas no setor, a presidente determinou à sua equipe rapidez no restabelecimento da energia e investigação sobre a origem do problema.

Por volta das 17h ela recebeu as informações sobre os motivos do apagão e que a energia já estava sendo restabelecida em todas as capitais.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!