Ceará enfrenta Avaí no Castelão de olho no G4

Dos oito clubes que disputam diretamente duas vagas pelo acesso à Série A, só o Ceará não sentiu o gostinho de estar no G-4 por alguma rodada. Mas caso vença o Avaí, às 20h50 de hoje, no Castelão, e contar com um tropeço do Icasa, o Vovô, enfim, chegará lá, e o melhor, na reta final, restando apenas três rodadas para o fim da Série B.

Embalado após a bela vitória de 4 a 1 diante do Sport, que lhe alçou ao 6º lugar, mas com o mesmo número de pontos do 4º colocado, Icasa (53) o time alvinegro quer aproveitar o bom momento para bater mais um adversário direto: o Avaí, 5º colocado com o mesmo número de pontos do time cearense.

O momento dos adversários contrasta com o do Alvinegro. Enquanto o Ceará vem de duas vitórias seguidas e convencendo, o time catarinense perdeu seus últimos três jogos.

Visita na hora certa

Sérgio Soares, o técnico alvinegro, comentou o confronto, considerado-o direto para o acesso. "O Avaí perdeu esses jogos, mas tinha gordura, e está em uma condição de igualdade conosco. É um jogo de seis pontos. Eles não sentirão a pressão deste momento, mas sabem que terão pela frente uma equipe forte como a nossa", analisou o treinador.

"Queremos entrar no G-4 na hora certa. Dos times que estão brigando, só o Ceará ainda não fez uma visitinha no G-4. Queremos entrar na reta final para não sair mais", acrescentou o treinador, sobre a possibilidade de chegar ao grupo de acesso hoje.

O atacante Mota também ressaltou a chance que o time terá nesta terça. "Temos que jogar muito, como fizemos contra o Sport. A vitória foi importante, mas não valerá nada se não vencermos o Avaí. Todos sabemos na importância desse jogo".

Sem desfalques para a partida, em se tratando de time titular, Soares deve repetir a equipe que entrou em campo na vitória contra o Sport, no sábado.

Diante do caráter decisivo do confronto, o técnico não quis confirmar a equipe. "Tenho todo grupo à disposição. O time não está definido ainda. São muitas opções para a equipe fazer um grande jogo amanhã (hoje)".

As opções ressaltadas por Soares são aqueles jogadores que volta e meia entram e mudam o estilo de jogo da equipe, como o volante Diogo Orlando, os meias Dinélson e Thiago Humberto e o atacante Léo Gamalho, para citar os mais frequentes.

"É importante ter opções. As treino para que no decorrer do jogo, se necessário mudar o estilo da equipe, os jogadores saibam o que fazer e desempenhem bem as funções", finalizou o técnico do Alvinegro, citando o time que terminou a partida contra o Sport, com o quarteto Léo Gamalho, Mota, Lulinha e Magno Alves na linha de frente, embora se saiba que Rogerinho será titular, com Gamalho no banco.

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!