Ceará pega Atlético-GO ainda com esperanças de acesso

O cerco está se fechando para o Ceará na Série B. Restando seis rodadas para o fim do certame, apenas uma arrancada com cinco vitória manterá o time vivo na busca pelo acesso.

Hoje com 47 pontos, a seis do G-4, o Vovô, 9º colocado, encara o Atlético/GO fora de casa pressionado após a atuação ruim diante do América/RN, na rodada anterior e por estar há quatro jogos sem vencer. O Ceará fez uma das piores partidas sob o comando de Sérgio Soares e perdeu por 1 a 0 para os potiguares, complicando suas chances de acesso, que hoje são de apenas 3%, segundo o site "Infobola".

É nessa pequena chance que se apegam os alvinegros. O técnico Sérgio Soares procurou manter o otimismo após o duro revés, motivando os jogadores.

"Se acharmos que seis pontos é algo muito difícil de tirar em seis jogos, praticamente desistiríamos do campeonato. E não é o perfil do grupo, não é o meu perfil, e estamos trabalhando jogo a jogo, sempre fazendo a nossa parte. Assim poderemos ter possibilidades ao término de cada rodada", analisou o técnico.

Nova arrancada

Ao projetar uma nova arrancada, semelhante à que levou o Alvinegro ao ápice de ter a melhor campanha do returno e 60% de aproveitamento, Sérgio relativizou as diferenças.

"Nesses seis jogos, temos condições de uma retomada, como fizemos anteriormente. Nessa linha que estamos trabalhando. Mas agora é um pouco diferente, pois temos a necessidade efetiva de vencer. Antes conseguimos vencer para sairmos de uma situação incômoda na tabela. Agora, não. Há uma obrigação e uma necessidade. Mas os jogadores sabem que a performance de jogo tem que ser semelhante àquela", analisou o técnico.

Para o confronto com os goianos, o técnico Sérgio Soares terá três desfalques. O atacante Mota, suspenso por expulsão diante do América/RN, mais o meia Rogerinho e o volante João Marcos. Os dois últimos foram baixas de última hora, praticamente na véspera da partida.

O meia sentiu o joelho direito no treino de ontem, já em Goiânia, e retornou a Fortaleza para iniciar o tratamento. Já João Marcos voltou à Capital por motivos particulares.

Com a ausência de João Marcos, Xaves foi integrado ao grupo e irá compor o banco de reservas. Diogo Orlando será o titular como volante e Thiago Humberto substitui Rogerinho. As opções foram testadas por Sérgio Soares, tanto em Fortaleza como em solo goiano.

Para substituir Mota, o técnico já havia escolhido Léo Gamalho nos treinamentos durante a semana no Vovozão.

Mesmo com uma formação diferente da habitual, os jogadores alvinegros confiam na vitória, que pode começar a mudar a situação da equipe na Série B. "Deixamos escapar pontos importantes nas últimas rodadas, mas temos a chance de fazer diferente de novo e reagir. Ainda não acabou. O Atlético é um time difícil de ser batido, mas não temos outra alternativa. É vencer ou vencer. Depois pensaremos nos outros jogos", analisou o zagueiro Gustavo.

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!