(COPA DO BRASIL) Vasco vence Flamengo no Maracanã e larga na frente

Aumentou o retrospecto de de estreia de técnicos do Vasco com vitória em cima do Flamengo no ano. Depois de Celso Roth, foi a vez de Jorginho sorrir contra o arquirrival logo no primeiro jogo. Sob novo comando, o Cruz-Maltino esqueceu a má fase do Brasileirão e derrotou o arquirrival por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Jorge Henrique balançou as redes pela primeira vez com a camisa do Gigante da Colina e garantiu o triunfo. 

Flamengo x Vasco - Gol Jorge Henrique (Foto: André Durão)Jorge Henrique comemora o gol da vitória em cima do Flamengo (Foto: André Durão)

O jogo da volta será na próxima quarta-feira, novamente no Maracanã. Vale lembrar que não há critério de desempate por gols fora de caso neste duelo, uma vez que as duas partidas serão disputadas no mesmo estádio. Ao Vasco, porém, um empate basta para avançar.

O trio de arbitragem foi um dos focos de grande atenção no Maracanã. Os protestos da diretoria do Flamengo por conta da escalação de auxiliares Ferj contribuíram ainda mais para o clima de pressão. Com a bola rolando, polêmicas. Além do rigor nas punições com cartão amarelo - 12 no total -, dois lances capitais marcaram o confronto. Os dois no segundo tempo. O primeiro deles Emerson Sheik agarrou pela camisa Anderson Salles dentro da área. Em seguida, no gol do Vasco, Riascos recebeu em posição de impedimentos. Em ambos os lances, nada marcado. O comentarista de arbitragem da TV Globo, Arnaldo Cezar Coelho, considerou que o árbitro errou nas duas oportunidades. 

Vasco domina, e Jorge Henrique decide

O clássico começou com a tensão alta. Antes de mostrarem futebol, Flamengo e Vasco abriram o leque de faltas. Antes dos 15, foram 10 faltas e três cartões assinalados. Passado o nervosismo inicial, o jogo ganhou em emoção com bola rolando. O Fla até esboçou uma pressão. Guerrero perdeu chance incrível cara a cara com o goleiro Martín Silva, que salvou com os pés. Porém, o susto foi o suficiente para acordar o Vasco na partida. O lado esquerdo funcionava com Christiano, Jorge Henrique e Nenê, e o Gigante da Colina terminou a primeira etapa com uma leve superioridade e chegou com perigo em duas oportunidades. Na melhor delas, Nenê recebeu cruzamento rasteiro na marca do pênalti, mas a bola ficou próxima ao corpo e o atacante acabou finalizando nas mãos de César. A outra em escanteio que Serginho apareceu na primeira trave.

O Vasco voltou do intervalo com a mesma pegada. O Fla sofria com problemas no setor de criação, falta de compactação do setor ofensivo e a pouca inspiração de Guerrero. O número de faltas seguia alto e trucava a partida. Até que aos 12 minutos, Riascos recebeu lançamento longo em ligeira posição de impedimento, segundo o comentarista da TV Globo Arnaldo Cezar Coelho. O atacante cruzou para trás, rasteiro. A zaga do Fla olhou, e Jorge Henrique conseguiu uma bela finalização. No ângulo de César, que nada pôde fazer. O Fla, atordoado, ainda perdeu Wallace expulso após levar o segundo amarelo. Duro golpe para o Rubro-Negro que sequer voltou a assustar até o apito final.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!