Coritiba vence Náutico e volta a liderança

O Coritiba fez a lição de casa, venceu o Náutico por 1 a 0 e continua na liderança provisória do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos. Quando Alex cruzou a bola para Deivid dar um simples toque para a rede, aos 54 segundos de jogo, a torcida chegou a ter a sensação de que o time alviverde aplicaria uma goleada no Estádio Couto Pereira. Mas apesar dos donos da casa apresentarem um maior volume de jogo durante a partida, o Timbu foi valente e não se entregou.

O jogo foi bem movimentado, e a equipe pernambucana tentou fazer uma tática inteligente, esperando com paciência na defesa, para puxar os contra-ataques mesmo após levar um gol relâmpago. As bolas alçadas na área alviverde eram os maiores perigos do Náutico na busca pelo empate. Mas o Coritiba conseguiu atacar com mais perigo e sempre esteve mais próximo de ampliar a vantagem.

O meia e capitão coxa-branca Alex não saiu contente com a atuação da equipe, mas destacou que a vitória dá uma tranquilidade a mais.

- Foi bom pelos três pontos, mas tem muito para melhorar. Sentimos o desgaste do jogo de quinta-feira. Não foi um bom jogo - disse o craque alviverde.

Para o lateral-direito Maranhão, do Náutico, o Coritiba é um time bem montado taticamente e que se fortalece quando joga em casa.

- Jogar aqui é sempre difícil. O Coxa é muito bem montado e não é à toa que é o líder - completou.

A festa foi quase completa. Com uma rodada a menos, só o Fluminense pode ultrapassar o Coxa antes do intervalo para a Copa das Confederações no país, já que o Grêmio perdeu para o Atlético-MG e não pode passar o time paranaense. O Náutico, por sua vez, entrou na zona de rebaixamento, ocupando a 17ª colocação, com apenas quatro pontos.

Deivid coritiba gol náutico brasileirão 2013 (Foto: Franklin de Freitas / Agência Estado)
Deivid comemora o gol marcado contra o Náutico (Foto: Franklin de Freitas / Agência Estado)

Dobradinha Alex e Deivid funciona no primeiro minuto

Não teve tempo de tática e nem de estudo entre as equipes. A pressão coxa-branca no Couto Pereira se fez presente assim que a bola foi rolada pelo Verdão, que desceu para o campo de ataque. Rafinha sofreu falta na intermediária. Bola perfeita para o craque Alex, que cruzou na medida para Deivid tocar para as redes. Tudo isso em apenas 54 segundos.

Com a vantagem, o Coxa dominou o meio-campo e cadenciou o jogo. A equipe paranaense teve outras duas chances claras, sempre passando pelos pés do capitão Alex. Em busca do empate, o Timbu ameaçava através de contra-ataques pelo lado direito, que eram interrompidos com faltas dos zagueiros. O goleiro Vanderlei também teve muito trabalho para afastar o perigo nos cruzamentos do time pernambucano.

Movimentação nos dois ataques tempera o segundo tempo

Os primeiros dez minutos da segunda etapa também foram movimentados, com as duas equipes tentando explorar os contra-ataques. O Coritiba tinha uma postura ofensiva, com boa posse de bola, mas parava na muralha defensiva montada pelo Timbu, que tentava sair em velocidade pelo meio em vez de jogar pelos lados.

O Coxa continuou sendo mais perigoso e teve duas chances claras de ampliar o placar com o volante Gil, além de uma cabeçada de Júnior Urso. Com uma lesão no pé, Deivid deu lugar a Everton Costa. No Náutico, o técnico Levi Gomes promoveu uma troca de atacantes: Jones Carioca por Hugo. O jogo continuou com o mesmo ritmo, sem cansaço dos dois lados, e o duelo seguia indefinido.

Com o término da partida se aproximando, o Timbu mudou a estratégia. Levi Gomes pediu para a equipe adiantar a marcação, pressionando a saída de bola coxa-branca. A pressão aumentou, mas os espaços para Alex e Lincoln também aumentaram. Apesar do nervosismo no fim, o Coxa conseguiu segurar a vitória e ficar no topo da tabela, pelo menos até a próxima quarta-feira.

Com a parada para a Copa das Confederações, o Coritiba folga uma semana e depois realiza uma intertemporada em Foz do Iguaçu, antes de enfrentar o Flamengo no dia 6 de julho. A equipe permanbucana entra em campo um dia depois, contra a Ponte Preta, no Estádio dos Aflitos.

Fonte: g1

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!