Cruzeiro goleia Vitória e dorme na liderança

Após duas rodadas, o Cruzeiro voltou a vencer no Brasileirão. E de mão cheia. Goleou o Vitória por 5 a 1, nesta sábado, no Mineirão, em Belo Horizonte. Léo, Mayke, Borges, Ricardo Goulart e Vinícius Araújo marcaram para a Raposa, que desperdiçou outras várias chances de gol (algumas delas incríveis). Dinei descontou para os baianos, que podem ficar mais longe do G-4, enquanto os mineiros reassumiram a liderança do Brasileirão.

O Cruzeiro chegou aos 28 pontos, em 15 jogos. O time mineiro tem dois a mais que o Botafogo, que enfrenta a Portuguesa, neste domingo, no Canindé, em São Paulo. Já o Vitória, com 22 pontos, pode cair de quinto para até décima posição, na pior das combinações da rodada.

O próximo compromisso do Cruzeiro será pela Copa do Brasil. A Raposa encara o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. Pelo Brasileirão, o próximo jogo será no sábado, contra a Ponte Preta, em Campinas. Já o Vitória terá compromisso pela Copa Sul-americana. Também na quarta, às 21h50m, no Barradão, em Salvador, enfrentará o Coritiba. No sábado, o rubro-negro vai até Santos encarar o Peixe.

Confusão no primeiro gol

O Cruzeiro começou em cima. Chegou pela primeira vez aos seis minutos. Éverton Ribeiro foi ao fundo e cruzou para finalização de Willian, que Wilson defendeu. Três minutos depois, o goleiro baiano fez outra grande defesa, em chute colocado de Ribeiro. Era pressão celeste, que deu resultado. Aos dez minutos, em cobrança de escanteio, Léo ganhou pelo alto e mandou para a rede. O auxiliar levantou a bandeira, assinalando impedimento de Borges, que tentou desviar a bola. Inicialmente, o árbitro Marcelo de Lima Henrique acompanhou o auxiliar, mas, depois, confirmou o gol: Cruzeiro 1 a 0.

Léo cruzeiro vitória brasileirão 2013 (Foto: Juliana Flister / Vipcomm)
Léo abriu caminho para a goleada do Cruzeiro (Foto: Juliana Flister / Vipcomm)

O time da casa seguiu melhor e no ataque por mais dez minutos. Borges quase marcou após falha de Wilson, que rebateu mal um cruzamento de Mayke. Mas, depois dos 20, o rubro-negro igualou o jogo, passando a agredir. O Vitória, no entanto, sentia falta de um homem de área, pois não conseguia finalizar. Destaque do time, Maxi Biancucchi pouco aparecia, e os visitantes só levavam perigo em lances de bola parada.

Superioridade total do Cruzeiro

Para tentar mudar o cenário, o Vitória voltou para o segundo tempo com Dinei. Caio Júnior sacou um volante para colocar um homem de área. O jogo ficou mais disputado. Foi o Cruzeiro quem chegou primeiro. Willian teve boa chance após bate-rebate dentro da área do rubro-negro. O Cruzeiro era superior, mas, como nos últimos jogos, exagerava nos gols perdidos. Foi preciso um lance meio sem querer para o time mineiro ampliar. Aos 13, Éverton Ribeiro deu passe para Mayke, que foi ao fundo e bateu cruzado. A bola desviou em Fabrício, matando o goleiro Wilson.

Depois do gol, o jogo parecia ter ficado fácil para a Raposa. O Vitória sentiu e demorou alguns minutos para voltar ao jogo. Quando voltou, Maxi colocou velocidade pela direita e cruzou para a área.  Dedé atropelou Dinei pelo alto, e o árbitro marcou falta do cruzeirense. Pênalti. O próprio Dinei foi para a cobrança, deslocou Fábio e marcou. Descontavam os baianos, aos 22 minutos.

O Cruzeiro, no entanto, não deu mais espaço para o Vitória buscar uma reação. A Raposa chegava facilmente ao gol baiano. Aos 28 minutos, Martinuccio fez boa jogada pela esquerda, cruzou, e Borges marcou de cabeça.

O time celeste dominava, mas desperdiçava chances. Primeiro, Ricardo Goulart perdeu gol incrível. Logo depois foi a vez de Martinuccio, sozinho contra o goleiro, que defendeu o chute de direita.

Em seguida, não teve jeito. Élber foi ao fundo pela direita e cruzou rasteiro. Ricardo Goulart só desviou para o gol, marcando o quarto do Cruzeiro, aos 33 minutos. Cinco minutos depois foi a vez de Vinícius Araújo. O atacante, que havia acabado de entrar, cabeceou firme e marcou, após falta cobrada por Egídio. Uma vitória que mostra a força celeste na luta pelo título.

Fonte: g1

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!