Em nova pressão, Jorge Mota recua de novo, e Nedo Xavier segue no cargo

O que já parecia fato consumado, teve outra reviravolta no Fortaleza. Se até as 23h dessa quinta-feira, o técnico Nedo Xavier estava no comando do time, minutos depois, atendendo a um pedido de diretores, o presidente Jorge Mota aceitou e confirmou a demissão de Nedo Xavier.

Na manhã desta sexta-feira, já com uma ala de dirigentes e conselheiros do clube procurando um substituto (PC Gusmão era o nome mais cotado), o presidente Jorge Mota decidiu aceitar a pressão de outros conselheiros, ex-dirigentes e amigos para recuar da decisão de demitir Nedo Xavier.

O treinador tricolor vai seguir no Pici, e o discurso da diretoria executiva do Fortaleza é de que tudo não passou de especulação.

O Fortaleza Esporte Clube vive um momento de enorme pressão, com pessoas de poder aquisitivo pressionando o atual presidente para mudanças e uma ala mais conservadora exigindo paciência.

Como bem disse Júlio Salles, chefe da equipe de esportes da Rádio Assunção, em seu programa diário, nesta sexta-feira: “O Fortaleza está uma bagunça. O presidente Jorge Mota não pode ficar aceitando pressão de pessoas loucas e ensapatadas. Ou ele tira essas pessoas, ou é melhor deixar o clube”.

Fonte: blog do kemps (dn)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!