EUA pedem extradição de executivos da Fifa presos na Suíça

Executivos suspeitos de corrupção foram presos em 27 de maio, em Zurique.
Entre os detidos está o ex-presidente da CBF, José Maria Marin.

A Suíça informou nesta quinta-feira (2) que recebeu um pedido de extradição dos sete presos suspeitos de corrupção no futebol ligados à Federação Internacional de Futebol (Fifa feito pelo governo dos Estados Unidos.

O grupo está detido desde o dia 27 de maio, quando uma grande operação foi desencadeada pelo Bureau de Investigação Federal (FBI) e pela polícia suíça.

Entre os sete presos no escândalo está o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin.

O pedido formal foi feito na noite de quarta-feira, segundo o governo suíço. A Suíça, no entanto, ainda não respondeu ao pedido norte-americano.

Os pedidos de extradição foram apresentados ao Escritório da Justiça Federal da Suíça (FOJ, na sigla em inglês).

Os presos terão direito a uma audiência que tratará dos pedidos de extradição. Eles terão 14 dias para recorrer.

Os sete executivos da Fifa presos em Zurique estão entre 14 funcionários da entidade que controla o futebol mundial indiciados sob a suspeita de corrupção.

Jeffrey Webb, vice-presidente da Fifa, encarregado das Américas do Norte e Central, também está entre sete presos após ação em um hotel de luxo na manhã de 27 de maio.

Os detidos estão em prisões em torno da região de Zurique.

Fonte: g1

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!