Fifa muda sorteio e diminuem as chances da França cair no grupo do Brasil na Copa

Foram apresentados nesta terça-feira (3), na Costa do Sauípe/BA, os detalhes para o sorteio dos grupos da Copa do Mundo 2014, que acontecerá na próxima sexta-feira (6), no mesmo local.

As 32 seleções serão divididas em 4 potes:

Imagem: Reprodução/Fifa TV

Imagem: Reprodução/Fifa TV

Pote 1 (8 cabeças-de-chave)

  • Brasil
  • Argentina
  • Colômbia
  • Uruguai
  • Bélgica
  • Alemanha
  • Spain
  • Suiça

Pote 2 (7 seleções da África e América do Sul)

  • Algéria
  • Camarões
  • Costa do Marfim
  • Gana
  • Nigéria
  • Chile
  • Equador

Pote 3 (8 seleções da Ásia e Concacaf)

  • Austrália
  • Irã
  • Japão
  • Coreia do Sul
  • Costa Rica
  • Honduras
  • México
  • Estados Unidos

Pote 4 (9 seleções europeias)

  • Bósnia
  • Croácia
  • Inglaterra
  • França
  • Grécia
  • Itália
  • Holanda
  • Portugal
  • Rússia

Dessa forma, o sorteio definirá qual seleção europeia terá que migrar para o pote 2, fazendo com que cada pote fique com 8 equipes. A Fifa optou por não determinar que esta seleção fosse a França, europeia classificada para a Copa com pior colocação no ranking atual da entidade.

Assim, cada uma das 9 seleções do pote 4 terá a mesma chance de migrar para o pote 2, o que será determinado como uma espécie de ‘pré-sorteio’, não bem explicado ainda pela Fifa.

Isso diminui bastante as chances da França (algoz do Brasil nos Mundiais de 1986, 1998 e 2006) cair no grupo do Brasil. Isto porque, se não houvesse ocorrido a mudança, os franceses teriam 25% de chances de caírem no grupo brasileiro, visto que não poderiam cair nos 4 grupos encabeçados por outras seleções europeias. As chances de termos os “Les Bleus” no grupo brasileiro são as mesmas de termos quaisquer das 9 seleções do pote 4.

Ordem do sorteio

  • Potes serão sorteados em ordem: do 1 ao 4
  • Grupos serão sorteados sequencialmente: do A ao H
  • O Brasil é necessariamente o A1 no sorteio
  • Demais seleções serão numeradas de acordo com a ordem do sorteio

Equipes de um continente não podem cair em grupos encabeçados por seleções do mesmo continente. Ou seja, Chile e Equador não poderão cair nos grupos de Brasil, Argentina, Colômbia ou Uruguai.

Exceção pode criar o grupo da morte

A exceção é o caso da equipe europeia que ficará no pote 2, fazendo com que necessariamente haja 2 seleções europeias em um dos grupos.

É ai que mora o perigo. Em uma simulação a esmo, caso uma grande seleção europeia migre para o pote 2 (Itália, França ou Holanda), o Brasil poderia ter em seu grupo Itália e França, que reúnem 5 títulos mundiais) ou Holanda e França, responsáveis pelas últimas eliminações brasileiras em Copas.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!