Goiás vence São Paulo na estreia de Kaká

O Goiás havia conquistado apenas três dos últimos 12 pontos disputados. Não fazia gols há quatro partidas. A reação sonhada pela torcida teve início neste domingo com a justa vitória por 2 a 1 sobre um São Paulo que, mesmo com a estreia de Kaká, cometeu muitas falhas defensivas e sofreu seu segundo tropeço consecutivo no Campeonato Brasileiro. O camisa 8 teve boa estreia, atuou os 90 minutos e, de pé esquerdo, fez o único do gol do time comandado por Muricy Ramalho.

Amaral e Bruno Mineiro deram a vitória aos esmeraldinos, que voltaram a subir na tabela de classificação. Com 20 pontos, o Goiás é o sétimo colocado, duas posições à frente do São Paulo, que vinha de derrota para a Chapecoense no Morumbi.

Pelo Brasileirão, as duas equipes voltarão a campo no próximo fim de semana. No sábado, o São Paulo receberá a visita do Criciúma, às 18h30, no Morumbi. No dia seguinte, no mesmo horário, o Goiás vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense, no Maracanã. A equipe paulista, no entanto, jogará ainda na quarta-feira, quando enfrenta o Bragantino pela Copa do Brasil, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Kaká no jogo São Paulo x Goiás (Foto: Bruno Spada / Agência Estado)Kaká sofre com a forte marcação na partida deste domingo  (Foto: Bruno Spada / Agência Estado)

Kaká busca jogo, mas Goiás abre o placar

O primeiro tempo foi ruim tecnicamente, com São Paulo e Goiás numa crise de criatividade. O Tricolor teve a iniciativa, viu Kaká se movimentar bastante, mas contou com uma atuação ruim dos principais jogadores. Nem mesmo os gritos do técnico Muricy Ramalho fizeram a equipe melhorar.

O Esmeraldino, que começou preocupado apenas com a marcação, começou a adiantar seu meio-campo e, na única chance que teve, abriu o marcador com Amaral, de cabeça, após cruzamento de David. O São Paulo teve sua única oportunidade um chute de Kaká que saiu à direita de Renan.

Um ataque, segundo gol

No segundo tempo, o Goiás aumentou a vantagem logo no primeiro ataque: Bruno Mineiro aproveitou vacilo de Rafael Toloi e fez 2 a 0. Com desvantagem ainda maior, Muricy tentou de tudo. Colocou mais atacantes, mexeu no meio-campo, orientou, gritou, reclamou. Nada adiantou. Kaká, aos 31, diminuiu a vantagem da equipe, que só teve mais uma chance com Alan Kardec. Renan fez boa defesa. No fim, o Goiás soube se defender e saiu de campo comemorando a justa vitória.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!