Goiás vence Vasco em Macaé

Preciso e eficiente, o Goiás se impôs diante do Vasco, em Macaé, no norte do estado do Rio, e com um gol em cada tempo venceu por 2 a 0. Segue firme na sua caminhada para se aproximar da briga por uma vaga na Taça Libertadores de 2014, agora em quinto lugar com 43 pontos. O time cruz-maltino, por sua vez, desperdiçou grande oportunidade de deixar a zona de rebaixamento e continua na 18ª posição com 32 pontos, a dois do primeiro time fora da degola, o Coritiba. Rodrigo e Hugo marcaram os gols, diante de 6.460 pagantes (7.766 presentes), para uma renda de R$ 94.060.

A torcida do Vasco, que apoiou durante quase toda a partida, inclusive após os gols do adversário, perdeu a paciência nos minutos finais e passou a vaiar e protestar muito, ensaiando até um "olé" em favor do rival.

- O time deu demonstração de fraqueza depois que tomou o primeiro gol, deu demonstração de dúvida. Isso acaba passando de um para o outro. Nessa fase tem que ter força mental, e o grupo está com essa dificuldade. Nosso início de jogo foi bom, mas os adversários sentem que, se segurarem o resultado, a gente começa a perder a confiança. São 27 pontos a disputar, mas a situação fica mais difícil. Você fica na dúvida se vai reagir, o torcedor fica insatisfeito, e isso atrapalha - comentou Juninho.

O meia voltou ao time após ausência em duas rodadas - na vitória sobre o Fluminense, por suspensão, e na derrota para o Criciúma, poupado - mas teve atuação apenas razoável. Foi substituído aos 17 do segundo tempo, para a entrada de Reginaldo.

O Goiás chega à terceira vitória seguida e alcança sua  melhor colocação neste nacional. E mantém o retrospecto positivo contra o adversário neste ano: empatou em casa no primeiro turno (1 a 1) do Brasileiro e venceu o jogo de ida das quartas de final (2 a 1) da Copa do Brasil. A partida de volta será no dia 24, no Maracanã.

O Vasco jogou pela segunda vez em Macaé neste Brasileiro para cumprir punição do STJD de perda de quatro mandos de campo em razão de brigas entre torcedores seus e do Corinthians no Mané Garrincha, em Brasília. Na outra, venceu o Inter por 3 a 1 no início do mês. Na próxima rodada, faz o clássico contra o Botafogo, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã. Já o Goiás recebe o Atlético-PR no mesmo dia, às 16h (de Brasília) no Serra Dourada.

gol goias x vasco (Foto: Reprodução / SporTV)
Hugo comemora o segundo gol do Goiás contra o Vasco em Macaé (Foto: Reprodução / SporTV)

Muitos erros e gol de Rodrigo

Noite chuvosa em Macaé, e mais uma vez a torcida do Vasco compareceu para apoiar. Logo no primeiro minuto o time foi para cima, como que para mostrar agradecimento, e que pelo menos dedicação não iria faltar. Com essa postura, chegou a ter 70% de posse bola. Mas o Goiás, aos poucos, passou a ganhar terreno, ajudado sobretudo pelo mal posicionamento dos jogadores de meio-campo vascaíno e falhas individuais de seus jogadores. Nesse quesito, Jomar teve capítulo especial, com duas entregadas clássicas, quase iguais, que deixaram a bola livre nos pés de Roni e Walter. Mas ambos pararam em boas intervenções de Diogo Silva.

O Goiás se encontrou nas jogadas em velocidade e bolas esticadas, com Walter trabalhando no pivô, mas abriu o placar em bola parada. David cobrou falta da esquerda, e o zagueiro Rodrigo se antecipou à zaga para desviar de cabeça, aos 36 minutos. A torcida, segundos depois do golpe, começou a gritar novamente, apoiando. Um comportamento louvável diante da quantidade de erros cometidos pelo time de Dorival Júnior. Os homens de meio-campo, muito distantes entre si, davam espaços na marcação e eram lentos na saída para o ataque. Tanto que o Vasco só ameaçou pela primeira vez aos 45 minutos, em chute de Marlone.

Vasco tenta reagir, mas Goiás mata o jogo

Dorival Júnior voltou com o volante Sandro Silva no lugar de Jhon Cley, para tentar recompor o meio-campo. Pedro Ken, mais adiantado, apareceu bem logo aos dois minutos e cruzou da direita. Marlone ajeitou para André, mas o camisa 9 fez o que parecia impossível: chutou para fora, quase da linha da pequena área. O Goiás, nos contra-ataques, tentava matar o jogo, mas não conseguia mais acionar seus atacantes com tanta facilidade, porque a marcação do Vasco se ajustou.

Em busca do empate, o time de São Januário precisava de mais poder de fogo, e o técnico lançou Montoya e Reginaldo nos lugares de Fillipe Soutto e Juninho, respectivamente. Enderson Moreira rebateu com Welinton Junior na vaga de Eduardo Sacha, para tentar explorar os espaços deixados pelo rival. E no primeiro lance a estratégia deu resultado. Welinton Junior lançou Walter na esquerda e apareceu na área para receber o cruzamento e ajeitar de cabeça para Hugo, que só teve o trabalho de empurrar para o gol. Jogo decidido, e o time esmeraldino se aproxima da briga por uma vaga na Libertadores de 2014. Já o Vasco segue sob a ameaça do rebaixamento cada vez mais presente.

Fonte: g1

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!