Guerrero marca em sua estreia no Maracanã e Flamengo vence Grêmio

Vitória graças a um chute preciso e de raro oportunismo saído de um camisa 9 candidato a ídolo de um dos maiores clubes do Brasil. Sim, Guerrero, sim, Flamengo. Em sua estreia no Maracanã com a camisa rubro-negra, após 50 dias desde o anúncio da contratação, o centroavante foi o nome do 1 a 0 sobre o Grêmio, neste sábado, pelo Brasileirão. Resultado que fez o time carioca subir na tabela e colocou o G-4 do gaúcho em risco.

Com a vitória, a primeira em casa depois de três derrotas consecutivas, o Flamengo subiu para o 13º lugar, agora com 16 pontos. Pode perder posições no complemento da rodada, porém, sem risco de voltar ao Z-4. O Grêmio, por ora, se mantém em quarto, com 26 pontos. São Paulo e Sport se enfrentam e um deles pode tomar a posição.

O Flamengo volta a campo, domingo, às 16h, no Serra Dourada, diante do Goiás. Antes do Brasileirão, o Grêmio tem a Copa do Brasil: desafia o Criciúma, terça-feira, às 21h, no Heriberto Hülse, tendo de reverter o 1 a 0 da semana passada para chegar às oitavas de final. Só no sábado, às 19h30, na Arena, retoma o campeonato de pontos corridos, contra o Sport.

Empurrado pela torcida, o Flamengo começou melhor. O Grêmio não encaixou a marcação, foi envolvido. Sheik carregava a bola, tramava com competência. Canteros perdeu a primeira chance. Grohe fez boa defesa em chute de Guerrero. Só, então, o Tricolor equilibrou. Passou a ter mais posse de bola. Em boa tabela com Luan, Galhardo chutou no travessão. Aí, o peruano desequilibrou: aproveitou rebote do goleiro, após milagre em cabeçada de Marcelo, e abriu o placar. Eram 40 minutos da etapa inicial e o Maraca veio abaixo. 

No segundo tempo, o Grêmio melhorou. Mas faltou efetividade. Pedro Rocha driblou o goleiro, mas chutou para fora. César ainda fez boas defesas, em chutes de falta e de escanteio. Grohe salvou o segundo gol de Guerrero, mas quase deu um a Sheik ao sair mal. Rhodolfo salvou em cima da linha. Wallace ainda cabeceou na trave.

O Flamengo registrou o seu maior público em casa no Brasileirão: 51.055 (44.318 pagantes), para uma renda de R$ 2.070.015,00.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!