Icasa vence Fortaleza e leva vantagem para o PV

O Verdão do Cariri venceu o Tricolor de Aço no Romeirão e leva vantagem para o próximo sábado no Estádio Presidente Vargas

O futebol costuma ser cruel: de nada adianta uma grande série invicta e a liderança se, em uma partida, não corresponder. Situação parecida com essa viveu o Fortaleza na tarde de ontem. Jogando no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, o Tricolor visitou o Icasa e, jogando mal, acabou derrotado por 3 a 1, complicando sua situação na semifinal do Campeonato Cearense.

Com 25 jogos de invencibilidade, o Leão conheceu sua primeira derrota há pouco mais de uma semana, quando perdeu para o Ceará. O pesadelo se repetiu na terra de Padre Cícero, onde novamente o time do Pici saiu na frente do placar e viu seu rival virar e abrir vantagem. Em oito dias, foram seis gols sofridos e duas derrotas, números aquém do esperado para um time que almeja o título do Estadual.

Méritos para o Verdão do Cariri, que, mesmo com campanha inconstante, parece ter assimilado melhor o espírito do mata-mata e, após fazer "o melhor jogo do ano", como definiu o técnico Tarcísio Pugliese, irá para a segunda partida na Capital podendo até perder por um gol de diferença para ser finalista. O confronto será dia 12, no PV.

O jogo

Antes do árbitro Almeida Filho autorizar o início da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ator José Wilker, natural de Juazeiro do Norte, que faleceu no último sábado, no Rio de Janeiro.

Com a bola rolando, o Fortaleza mostrou mais volume de jogo nos minutos iniciais, mas acabou encontrando uma zaga adversária atenta. Com isso a primeira chance clara de gol na partida foi somente aos 29 minutos. Robert recebeu na pequena área e cruzou para Evandro que, com o gol aberto, não marcou.

Com chances escassas, o primeiro gol teve que sair após uma cobrança de pênalti. Dionatan derrubou Robert e Waldison converteu a penalidade aos 30. No segundo tempo, o Icasa só precisou de dois minutos para mostrar que estava vivo. Douglas aproveitou sobra e mandou um petardo para o fundo da rede.

Aos 24 minutos, Bismark cobrou falta e Eduardo Luiz tentou desviar de cabeça, mas acabou marcando contra o patrimônio. O terceiro gol icasiano saiu dos pés de Canga, que avançou em contra-ataque, driblou o defensor estufou a rede: 3 a 1.

Leoninos ainda creem em virada

Como não poderia deixar de ser, o clima no vestiário do Fortaleza não era dos melhores. O técnico Marcelo Chamusca, e os jogadores do Leão lamentaram o resultado negativo, que reverteu a vantagem que a equipe tinha nas semifinais, mas ainda acreditam na classificação.

O atacante Robert afirmou que é possível a equipe vencer por dois gols de diferença no PV, no dia 13. "Estávamos preparados para o jogo, trabalhando forte durante a semana, mas infelizmente aconteceu este resultado. Mas ainda podemos reverter o resultado", declarou.

O técnico Chamusca completou. "Depois de empatarem, eles foram superiores. Temos que reconhecer".

arte

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!