Internacional vence Flamengo com gol do ex-flamenguista Juan

Em um duelo extremamente equilibrado durante quase todo o tempo, coube a um ex-ídolo do Flamengo decidir a partida a favor do Internacional. Nos acréscimos, o zagueiro Juan aproveitou uma saída em falso do goleiro Felipe e decretou a vitória do Colorado sobre o Rubro-Negro por 1 a 0 no estádio Centenário, em Caxias do Sul. Como havia prometido, o defensor não comemorou o gol em respeito ao clube no qual foi formado e ainda fez reverência à torcida visitante com a mão no peito. Mesmo sob frio intenso - 6ºC em média - 8.038 pessoas pagaram ingresso, com renda de R$ 219.920,00.

O jogo marcou o encontro entre Dunga e Mano Menezes, os dois últimos técnicos da seleção brasileira, e foi bastante disputado. O time gaúcho manteve longa escrita diante do rival, para quem não perde no Rio Grande do Sul desde 2002. O Flamengo, por sua vez, viu ser encerrada sua série de seis jogos sem perder (cinco oficiais e um amistoso, contra o São Paulo) e sofreu seu primeiro revés sob o comando de Mano Menezes. O Colorado segue próximo aos líderes, em quarto lugar com 15 pontos ganhos, enquanto o Rubro-Negro parou nos nove pontos e permanece na metade de baixo da tabela, na 13ª posição.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Náutico na Arena Pernambuco, no domingo, às 16h (de Brasília). Já o Flamengo faz seu retorno ao Maracanã no clássico contra o Botafogo, domingo, às 18h30m.

Muito equilíbrio no primeiro tempo

O equilíbrio marcou o primeiro tempo, mas o Inter começou melhor, com D'Alessandro na armação e um ataque mais leve com a entrada de Jorge Henrique, buscando espaços na defesa do Flamengo. Em 15 minutos já tinha chegado duas vezes em condições de finalizar, com o próprio Jorge Henrique e com o zagueiro Juan. Aos poucos, no entanto, o time de Mano Menezes encontrou seu lugar em campo, talvez ainda se adaptando à baixa temperatura de Caxias do Sul. Mais organizado, passou a chegar ao ataque de forma mais constante.

A movimentação constante de Paulinho, Carlos Eduardo e Bruninho criava opções de passe e os laterais começaram a aparecer para as jogadas ofensivas. Ainda assim, o Rubro-Negro pecava no último lance da jogada e, por isso, criou poucas chances de gol. Na mais perigosa delas, Marcelo Moreno raspou de cabeça e o goleiro Muriel fez boa defesa, aos 46. Já o Colorado dependia muito da criatividade do armador argentino, que estava bem marcado. Quando conseguiu escapar, deixou Forlán na cara do gol, mas o uruguaio errou.

Recuperado de lesão, Damião volta ao Inter

O Internacional voltou mais ligado no segundo tempo e quase conseguiu aproveitar um cochilo do sistema defensivo rubro-negro para abrir o placar. Mas Fabrício jogou para fora chance incrível, dentro da pequena área e com o goleiro Felipe batido. O Colorado iniciava bem as jogadas, impulsionado pelas roubadas de bola de Willians (foram sete). No entanto, faltava presença de área. Por isso, Dunga promoveu a entrada de Leandro Damião, que voltou ao time depois de se recuperar da lesão na coxa que o tirou da Copa das Confederações.

Em menos de 10 minutos em campo, o atacante teve duas oportunidades de abrir o placar, e principalmente na segunda, a falta de ritmo de jogo falou mais alto. O Flamengo diminuiu o ritmo e Mano Menezes tentou dar sangue novo com a entrada do garoto Nixon. A partida perdeu um pouco da qualidade técnica e passou a ser disputada mais na base da vontade, e já nos acréscimos o zagueiro Juan aproveitou uma saída ruim do goleiro Felipe para decretar a vitória do Internacional, de cabeça. Depois do gol, nada de festa e mão no peito na direção da torcida rubro-negra.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!