Internacional vence Grêmio na volta de Felipão

No primeiro jogo de Luiz Felipe Scolari no comando do Grêmio, 18 anos depois de deixar o clube onde conquistou o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores, o time perdeu o clássico contra o Internacional, no Beira-Rio, por 2 a 0. Foi a quarta vitória consecutiva do Inter. O Colorado chegou à vice-liderança, após ultrapassar o Fluminense, que no sábado empatou com o Coritiba no Maracanã. A distância para o líder Cruzeiro é de apenas dois pontos.

- Foi justo pela qualidade do Inter. Tiveram duas chances e fizeram os gols. Não temos o que falar. Nós tivemos chances no primeiro tempo e não marcamos. É uma série de detalhes - comentou Felipão após o jogo.

TABELA: Resultados e classificação da Série A do Brasileiro

Foi a terceira derrota seguida do Grêmio no Brasileirão. Por coincidência, foi também a terceira derrota consecutiva de Felipão como treinador. Nas duas últimas partidas da seleçao brasileira na Copa do Mundo, sua equipe perdeu por 7 a 1 para a Alemanha e 3 a 0 para a Holanda. Mais uma vez o técnico teve de se explicar após um resultado negativo:

- Fizemos um bom primeiro tempo e perdemos para uma equipe que vem jogando junta há mais tempo, está melhor entrosada. Tomamos o primeiro gol, e o segundo foi um contra-ataque. Mas a tendência é que eu mantenha 90% do time, pelo primeiro tempo que fizemos - disse.

Felipão não escapou das provocações. Torcedores colorados levaram cartazes fazendo referência à goleada para a Alemanha na Copa. E gritaram "fica, Felipão" ao fim da partida, ironizando o técnico adversário.

GOLS SAÍRAM NO SEGUNDO TEMPO

Jogadores do Inter comemoram o gol de Aránguiz no Gre-nal - Alexandre Lops / Divulgação Internacional

Num clássico equilibrado e com poucas chances de gol, foi quando o Grêmio era melhor em campo que o Inter abriu o placar. Aos 16 minutos do 2º tempo, o chileno Aránguiz marcou de cabeça, após cruzamento da esquerda do lateral Fabrício. Aos 38, Claudio Winck aumentou a vantagem colorada e fez 2 a 0: D'Alessandro iniciou o contra-ataque, driblou um adversário e lançou Winck, que livrou-se da marcação na área e bateu forte, diante de Marcelo Grohe.

 

- É um jogo sentido na cidade, é uma rivalidade grande. E era o primeiro Gre-Nal do Beira-Rio (após a Copa do Mundo), precisávamos ganhar. Fizemos uma grande partida, principalmente no segundo tempo - destacou o zagueiro Juan, do Inter.

O lateral Fabrício reconheceu que o primeiro tempo do Inter foi muito ruim.

- Tivemos paciência para ajeitar o time, e com o time arrumado fizemos gol com facildiade. Não fizemos um bom primeiro tempo, mas conseguimos ajeitar no segundo - avaliou.

O Grêmio usou a estratégia do contra-ataque. E foi mais perigoso do que o Inter, sem, porém, a mesma eficiência do rival. Aos 21, quando perdia por 1 a 0, o Grêmio teve uma boa oportunidade e quase empatou em chute de longe de Barcos, que complicou Dida. O goleiro do Inter por pouco não levou um frangaço: a bola molhada pela chuva escapou de suas mãos e saiu a escanteio.

O Colorado levou outro susto aos 27: Fellipe Bastos cruzou na cabeça de Werley, mas ele mandou por cima do travessão. Logo em seguida o árbitro Anderson Daronco expulsou um gandula que retardou o reinício do jogo.

JOGO TRUNCADO NA ETAPA INICIAL

No 1º tempo foram 50 passes errados (Inter 27 x 23 Grêmio) e 18 faltas (Inter 8 x 10 Grêmio). A primeira delas, com 10 de segundos de bola rolando. Dudu errou a saída de bola e derrubou D'Alessandro, que tentava criar contra-ataque para o Inter. Com apenas 1 minuto, o meia gremista Rodriguinho deu entrada dura no volante Willians e levou cartão amarelo. Logo depois foi o lateral Pará, do Grêmio, que atingiu com força o chileno Aránguiz, do Inter, em outro lance ríspido.

O Grêmio optou na etapa inicial por jogar mais fechado, esperando o Inter em seu campo para sair no contra-ataque. Aos 18, levou perigo ao gol de Dida, que espalmou a escanteio bola chutada de longe por Pará. Aos 26, o goleiro Marcelo Grohe levou cartão amarelo por retardar o reinício de jogo, em cobrança de tiro de meta para o Grêmio.

O primeiro tempo terminou com raros lances de emoção. O Inter tocou melhor a bola, mas não conseguiu espaço diante da forte marcação do Grêmio. A bola mal chegou aos dois ataques.

INTERNACIONAL 2 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data-hora: 16h - 10/08/2014

Árbitro: Anderson Daronco (Asp-Fifca/RS)

Auxiliares: Marcelo Barison (RS) e Rafael da Silva Alves (Asp-Fifa)

Público-renda: 37.222 (32.643 pagantes)- R$ 1.572.200,00

Cartões amarelos: Rodriguinho, Marcelo Grohe, Fellipe Bastos, Ramiro (GRE) Alex (INT)

GOLS: Aránguiz - 16'/2°T (1-0), Cláudio Winck - 36'/2°T (2-0)

INTERNACIONAL: Dida; Wellington Silva (Cláudio Winck - intervalo), Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Ygor - 42'/2°T), Wellington, Aránguiz, Alex, D'Alessandro; Rafael Moura (Wellington Paulista - 36'/2°T) - Técnico: Abel Braga.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Rhodolfo, Werley e Pará; Walace, Fellipe Bastos, Rodriguinho (Fernandinho - intervalo), Giuliano e Dudu (Luan - 22'/2°T); Barcos - Técnico: Felipão.


 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!