Israel intercepta foguete e sirenes de alerta aéreo soam em Tel Aviv

As sirenes de alerta aéreo soaram na tarde deste sábado (17) em Tel Aviv pelo terceiro dia consecutivo, enquanto a televisão israelense mostrou imagens de uma bateria do sistema antimísseis em ação contra um foguete.

A recém-instalada bateria antimísseis Iron Dome do sistema de defesa de Israel interceptou de forma bem-sucedida um foguete de Gaza destinado a Tel Aviv, informaram autoridades

Correspondentes da AFP em Tel Aviv indicaram que os habitantes correram para encontrar refúgio. Ao mesmo tempo, em Gaza, o braço armado do Hamas, as brigadas Ezedin al Qasam reivindicaram o disparo de um foguete Fajr 5, de fabricação iraniano e que tem um alcance máximo de 75 km.

"O foguete Fajr 5 que o Hamas lançou contra Tel Aviv foi interceptado pela nova bateria Iron Dome", afirmou Ofir Gendelman, um porta-voz do gabinete do primeiro-ministro, em sua conta oficial do Twitter. "Não há relatos de feridos ou danos."

Com tanques e artilharia israelenses posicionados ao longo da fronteira de Gaza, e sem nenhum sinal do fim das hostilidades, agora no quarto dia, o ministro de Relações Exteriores da Tunísia viajou para o território palestino, para demonstrar solidariedade árabe.

Autoridades em Gaza disseram que 41 palestinos, dos quais quase metade civis, incluindo oito crianças e uma grávida, foram mortos desde o início dos bombardeios aéreos de Israel. Três civis israelenses foram mortos por um foguete na quinta-feira (15).

Sistema antimísseis israelense é visto em Tel Aviv (Foto: AFP)
Sistema antimísseis israelense é visto em Tel Aviv (Foto: AFP)

Israel bombardeia sede do governo do Hamas em Gaza
Um bombardeio israelense atingiu na madrugada deste sábado a sede do governo do movimento islamita Hamas em Gaza, no quarto dia consecutivo da ofensiva israelense "Pilar Defensivo". Apenas neste sábado nove pessoas morreram, de acordo com fontes médicas.

De acordo com informações de fontes do Exército israelense, foi atingido o escritório do primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, no norte da Faixa de Gaza. O prédio foi destruído. Haniyeh não estava no local no momento do ataque.

"O quartel-general do gabinete foi alvo de quatro ataques e o governo ressalta que permanece em suas posições e se mantém ao lado de seu povo", indicou o governo de Gaza em um comunicado, no quarto dia da ofensiva israelense.

Os novos ataques ocorrem após o lançamento sem precedentes contra a cidade sagrada de Jerusalém, que aumentou a tensão entre palestinos e israelenses.

Em contrapartida, um foguete disparado desde Gaza contra Israel deixou quatro soldados israelenses feridos. Israel posicionou neste sábado na área metropolitana de Tel Aviv uma bateria do sistema de intercepção de mísseis “Cúpula de Ferro”, para proteger a cidade de ataques palestinos. Na quinta-feira (15), três projéteis disparados de Gaza caíram no mar nas proximidades da cidade.

Em Gaza foi possível ouvir um intenso bombardeio entre as 4h e as 5h (horário local). Ao menos 180 alvos na Faixa de Gaza foram bombardeados por Israel durante a madrugada.

A Força Aérea Israelense também continuou atacando seus alvos iniciais, os locais de depósito de armas dos militantes palestinos e suas áreas militares. O Exército convocou milhares de reservistas e mobilizou tropas, tanques e outros veículos armados pela fronteira com Gaza, sinalizando que uma invasão terrestre pode estar próxima.

Foguete foi lançado de Gaza com destino a Israel por militantes palestinos (Foto: AFP)
Foguete foi lançado de Gaza com destino a Israel por militantes palestinos (Foto: AFP)

Cerca de 20 mil membros da reserva do exército, convocados em regime de urgência, integraram suas unidades na manhã deste sábado. No total, 75 mil foram mobilizados. Por enquanto, nenhuma ação terrestre foi confirmada.

Conversações
No Cairo, uma fonte governamental afirmou que o presidente do Egito, Mohamed Mursi, iria manter conversações com o emir do Catar, o primeiro-ministro da Turquia e o líder do Hamas, Khaled Meshaal, na capital egípcia neste sábado, para discutir a crise em Gaza.

O Egito vem trabalhando para restabelecer a calma entre Israel e o Hamas, depois que um cessar-fogo informal obtido pelo governo egípcio foi rompido nas últimas semanas. Meshaal, que vive no exílio, já havia mantido uma rodada de conversações com autoridades egípcias do setor de segurança.

Soldados israelenses disparam bombas de gás em protesto na vila de Beit Omar (Foto: AFP)
Soldados israelenses disparam bombas de gás em protesto na vila de Beit Omar (Foto: AFP)
Fonte: g1

Tópico: Israel intercepta foguete e sirenes de alerta aéreo soam em Tel Aviv

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário

Tópico: Israel intercepta foguete e sirenes de alerta aéreo soam em Tel Aviv

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!