Leandro Campos, do Ceará e Francisco Diá do Icasa não treinam mais seus clubes. No Ceará Dimas assume mais uma vez

Após a derrota de virada para o Oeste, por 2x1, na última terça-feira (4), Leandro Campos foi demitido do comando técnico do Ceará. A decisão foi tomada após uma reunião entre membros da  direção do clube, na manhã dessa quarta-feira (5).
O auxiliar-técnico Dimas Filgueiras permanecerá interinamente no comando alvinegro nos próximos 2 jogos da equipe: contra o Boa Esporte,  próximo sábado (8), e contra o Figueirense, na próxima terça-feira (11). Os dois jogos serão realizados no Estádio Domingão, em Horizonte.

Apesar de ter conquistado o tricampeonato estadual pelo Vovô, o treinador sempre foi criticado por parte da torcida pelas características defensivas com que armava a equipe.
No comando do Ceará, Leandro disputou 22 jogos, conseguindo 11 vitórias, 7 empates e 4 derrotas. De acordo com o diretor de comunicação do clube, Marcos Medina, ainda não há data prevista para o anúncio do novo treinador.

 

FRANCISCO DIÁ NÃO É MAIS TÉCNICO DO ICASA

Após duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro Série B a situação do técnico Francisco Diá no Icasa ficou insustentável. O treinador se reuniu com dirigentes na madrugada desta quarta-feira e pediu demissão. A diretoria alviverde acatou o pedido e deve deslocar o coordenador das categorias de base Roni Araújo para comandar o Verdão do Cariri na sexta-feira, em Arapiraca, contra o ASA.

Francisco Diá assumiu o Icasa durante a Série C do ano passado, com a equipe ocupando a zona de rebaixamento, e levou o clube ao acesso, perdendo a decisão para o Oeste de Itápolis. Mantido para o Campeonato Cearense, terminou a segunda fase na primeira posição e foi eliminado pelo Guarany de Sobral nas semifinais. Ao todo, foram 47 jogos a frente do Verdão do Cariri com 25 vitórias, 08 empates e 14 derrotas.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!