Moradores do Moura Brasil bloqueiam Avenida Leste Oeste por três horas em protesto por falta de energia

Moradores da comunidade Moura Brasil estão, desde o último sábado (3), após as fortes chuvas que ocorreram em Fortaleza, sem energia elétrica. Cansados de esperar por uma solução, um grupo com cerca de 30 pessoas resolveu agir e fechou, a partir das 12h, a Avenida Leste Oeste, na altura da Igreja de Santa Edwiges. Foi a forma que encontraram de pressionar a Companhia Energética do Ceará (Coelce) para resolver o problema. Somente com a chegada de uma equipe da Companhia, às 15h, é que a avenida foi liberada.

Para dar fluidez ao tráfego de veículos, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) montaram um desvio no sentido oposto da via. Irritados com o trânsito lento, muitos motoristas passavam reclamando do ato. Paus, galhos de árvores, pedaços de concreto e até colchões foram usados para fechar a via.

Inconformado com a situação, o agente de endemias Francisco Henrique Ferreira Lima, 42, conta que cerca de cinco mil famílias que formam a comunidade Moura Brasil, foram afetadas. Ele informa ainda que na sexta-feira (2), antes mesmo do temporal, a energia já estava oscilando. "É um descaso. Na hora de cobrar a energia a Coelce é muito eficaz, mas em uma situação dessas não sabe ser", reclama.

Além das famílias que perderam todos os produtos de geladeira, o problema afetou também pequenos comerciantes. "Tem gente que trabalha com picolé, carne, quentinha. Tem uma empresa com 20 costureiras que está parada, sem as pessoas terem como trabalhar. E tem também pelo menos cinco pessoas que necessitam de aparelhos para sobreviver. Um deles, um adolescente com dificuldades respiratórias, teve que ir para a casa de um parente para não ter o estado de saúde agravado", denuncia o agente de endemias.

Rompimento

Em nota, a Coelce esclarece que a falta de energia na comunidade Moura Brasil foi ocasionada por causa do rompimento de um cabo, devido às chuvas do fim de semana. Informa ainda que uma equipe esteve no local hoje pela manhã, mas foi impedida de ter acesso ao local por moradores. "Em função disso, a Companhia teve de acionar a força policial para assegurar a segurança de uma nova equipe de técnicos, que está trabalhando no local para a normalização do fornecimento de energia na tarde de hoje", diz a nota.

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!