Neymar admite ansiedade e relaxa com Felipão: "Vou começar jogando?"

Sabe aquele casal que mostra cumplicidade apenas com um gesto ou olhar? A um dia da estreia na Copa do Mundo, contra a Croácia, na Arena Corinthians, às 17h (de Brasília), o craque e o comandante da seleção brasileira mostraram uma sintonia admirável. Foi assim durante os 30 minutos da entrevista coletiva desta quarta-feira, no estádio paulista, na primeira vez queNeymarconversou com jornalistas desde a reunião dos jogadores, há 17 dias. Ao lado do treinador Luiz Felipe Scolari, mostrou entrosamento a tal ponto que os dois afirmaram praticamente juntos que está "tudo pronto" para o início da caminhada do Brasil rumo ao hexa.

- Chegou a hora. Chegou o momento que todos os brasileiros e o mundo esperavam. E, principalmente, nós jogadores e comissão técnica. Espero que o dia de hoje passe rápido. Estou ansioso, mas ao mesmo tempo a minha felicidade é muito grande. Muitos queriam estar aqui. Recebo mensagens dos meus amigos que estou realizando o meu sonho e o deles. Espero que possa ajudar minha equipe da melhor forma possível e realizar o sonho de todos, que é o titulo.

 
 

A descontração deu o tom de todo o resto da entrevista coletiva. Até que em determinado momento um jornalista pediu para que Neymar fizesse uma pergunta para Felipão e vice-versa. O craque, então, fez uma brincadeira.

- Professor, eu vou começar jogando amanhã? Posso dormir tranquilo?

Felipão abriu um largo sorriso e preferiu não fazer a sua pergunta. Preferiu confirmar logo o camisa 10 entre os titulares na estreia contra os croatas.

- Pode dormir tranquilo – disse Felipão. 

neymar luiz felipe scolari felipão coletiva seleção brasileira (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)Felipão e Neymar se divertem durante a coletiva na Arena Corinthians (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)

Questionado se estaria pronto para ser o craque da Copa, Neymar preferiu valorizar o grupo e falar que é apenas mais uma engrenagem no time de Felipão. 

neymar luiz felipe scolari felipão coletiva seleção brasileira (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)Neymar com o rosto parcialmente coberto: de olho no título, craque rejeita protagonismo na Copa (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)

- Estou preparado para ajudar meus companheiros. Não jogo sozinho. São 11 jogadores dentro de campo, fora os demais. Todo mundo sabe do seu papel, o que tem que fazer em campo. Se for assim, nosso time pode ir muito longe.

A última vez que um camisa 10 do Brasil balançou a rede numa Copa do Mundo foi em 2002, e justamente sob o comando de Felipão. Nas quartas de final, contra a Inglaterra, Rivaldo fez o segundo da Seleção e garantiu a classificação da equipe canarinho para as semifinais do torneio.

- Estou pronto. Pronto para marcar os gols. 

Confira abaixo os principais trechos da coletiva de Neymar:

PERSONAGENS DA COPAS

- Romário e Ronaldo são os dois personagens, os dois craques. Falando de Copa, eles são os que eu lembro. Tive a chance de ver e acompanhar todos os jogos de 1994 e 2002. Eu me inspiro nesses jogadores e em outros. Gosto do Messi, do Cristiano Ronaldo. São craques, são ídolos, e espero trilhar um caminho de sucesso como o deles.

ESTILO DO BRASIL

- Paciência o nosso time tem bastante. Não vai ter jogo fácil. Qualquer jogo é decidido no detalhe. Estamos nos preparando para não errar durante os jogos para ajustar os detalhes que faltam para que o time seja impecável.

 
 

TORCIDA

- Esperamos muito da torcida. Que seja o 12º jogador. Ou que seja o principal jogador. Se a torcida estiver ao nosso lado a partida inteira, será difícil ganhar da Seleção. 

ARTILHEIRO, MELHOR DA COPA OU TAÇA

- Fácil responder. Não quero ser o melhor jogador da Copa, o artilheiro. Só quero o título. É o que eu sempre sonhei. O que eu mais quero é o título da Copa do Mundo. O que eu mais quero é ser campeão.

ANSIEDADE

- Uma vez eu acabei ficando ansioso e dormi tarde. Foi na final da Libertadores. Eu estava com o Ganso no quarto e dormimos cinco ou seis da manhã apenas. Já passou. Estou velho, mais maduro, e acho que vou dormir bem.

Não posso ter medo por conta de violência. Tem um comandante dentro de campo. Se tiver, precisa punir"
Neymar

VIOLÊNCIA 

- Não posso ter medo por conta de violência. Tem um comandante dentro de campo. Se tiver violência, precisa punir. 

LEMBRANÇAS DE 2002

- Lembro pouco. O que eu lembro é que eu tinha o cabelo igual ao do Ronaldo para imitá-lo. Fiquei feliz e comemorei com a minha família. Estava na casa da minha avó.

CRAQUE DA COPA 

- Temos muitos jogadores de qualidade neste Mundial. É difícil falar de um. Sou fã do Messi, do Cristiano Ronaldo.  Esses dois jogadores são dois craques que podem despontar na Copa.

 
 

CAMISA 10

- É uma honra, um orgulho vestir o número que muitos craques já vestiram. A primeira camisa é para a minha mãe. É uma pessoa especial. Vai para a minha mãe.

PRIMEIRO GOL NA COPA

- Espero que seja o mais fácil possível. Espero que seja aquela bola que sobra, sem goleiro.

IMPORTÂNCIA DE FELIPÃO 

- Já trabalhei com alguns treinadores de muita qualidade. Para mim é sempre uma honra. Agradeço a Deus por tudo o que ele me deu e por estar todo dia ao lado do Felipão. Desde pequeno acompanho seus trabalhos. Palmeiras, Seleção...  Sempre o vi como um vencedor. Tirei as coisas boas que ele sempre falava, sempre fazia. Levo comigo até hoje. Tento sugar da melhor maneira as experiências que ele nos passa. 

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!