Palmeiras elimina Corinthians nas penalidades

O Palmeiras viveu o inferno e a glória na tarde deste domingo na Arena Corinthians, mas no final conseguiu se redimir e se classificar para a final do Campeonato Paulista. O time alviverde começou ganhando, tomou a virada e conseguiu empatar no final do jogo. Com a partida sendo levada para a decisão para pênaltis, o Verdão levou a melhor nas cobranças por 6 a 5 e vai decidir o torneio com o vencedor de Santos x São Paulo. O grande herói do dia acabou sendo o goleiro Fernando Prass. Ele defendeu a última e quinta cobrança do Corinthians na série normal e colocou novamente o Palmeiras na disputa. A partir de então, na segunda rodada, o arqueiro parou dessa vez a cobrança de Petros e classificou o Palmeiras. Nos últimos dias, o técnico Tite estava fazendo um mistério com relação à escalação do Corinthians, e apenas às vésperas do jogo veio a notícia que o meia Renato Augusto e o volante Elias, ambos essenciais no esquema do treinador, não começariam a partida, após uma desgastante rotina de jogos, principalmente pelo último duelo na Copa Libertadores, que aconteceu na quinta-feira contra o San Lorenzo. No entanto, foram os reservas que marcaram os gols do Corinthians no tempo normal: Danilo e Mendoza balançaram a rede pelo Timão. Já pelo lado do Palmeiras, o zagueiro Victor Ramos e o meia Rafael Marques fizeram os gols do time no tempo normal. Com a classificação, o time alviverde decretou o fim da campanha do Corinthians no Paulista, que obteve 12 vitórias e cinco empates no torneio.
Resumo do jogo: O Corinthians surpreende ao iniciar o jogo com um meio campo e ataque de jogadores reservas. Guerrero ainda está se recuperando da dengue. Após o apito inicial, o Palmeiras mostrou certa superioridade e a marcação do Palmeiras perto do gol de Cássio tirava um pouco a possibilidade de armação de jogadas pelo dono da casa. O melhor momento do Palmeiras se traduziu em gol aos 13 minutos, quando o zagueiro Victor Ramos sobe junto a Danilo num escanteio para o time alviverde, leva a melhor e chuta para abrir o placar. O Palmeiras passou então a administrar a partida e Valdivia tentava levar perigo ao armar as jogadas verdes. O principal acionado era o atacante Dudu, que estava levando vantagem em muitas jogadas contra o lateral Fagner. Numa delas, o jogado corintiano levou cartão amarelo em disputa com o palmeirense. Uma jogada parada para o Corinthians aos 33 minutos, no entanto, iria mudar o jogo. Jadson fez um ótimo cruzamento do lado direito, e Danilo apareceu sozinho para cabecear para o chão e empatar o jogo. A partir do gol alvinegro, o Timão conseguiu assumir o controle do jogo e virou o placar aos 44min. O atacante Mendoza levou a bola pelo meio-campo e perto da área arriscou um chute. A bola ganhou força e morreu no cantinho de Fernando Prass. Ao voltar ao segundo tempo, o Palmeiras deve ter tomado uma “chacoalhada” do treinado Oswaldo de Oliveira, pois a equipe alviverde votou mais ligada e pressionado o Corinthians. A entrada de Cleiton Xavier também melhorou o rendimento alviverde. O ímpeto do time palmeirense quase se traduziu em gol em uma jogada aos 15 minutos. Dudu recebe lindo passe de Cleiton Xavier e na frente do gol toca no cantinho. O goleiro Cássio, no entanto, consegue um “milagre” e desvia a bola o suficiente para ela bater na trave e não entrar. Com o domínio palmeirense, o técnico Tite começou a mexer na equipe e colocou Renato Augusto e Elias em campo. Contudo, o Palmeiras continuou a levar perigo ao gol corintiano. Aos 29min, o atacante corintiano Mendoza não acompanhou o palmeirense Rafael Marques, que aproveitou cruzamento da esquerda e tocou de cabeça, empatando a partida e levando o duelo para as cobranças de pênalti.
Confira as penalidades (imagens Sportv):

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!