Roberto Cláudio acusa Luizianne de "falta de honestidade"

Para o prefeito, a responsabilidade sobre um eventual aumento da tarifa de ônibus é da ex-prefeita, por conta de decreto assinado no último dia 21

O prefeito Roberto Cláudio (PSB) reagiu duramente às últimas declarações da prefeita Luizianne Lins (PT), que em email enviada à imprensa jogou para o novo chefe do Executivo a responsabilidade pelo preço das passagens de ônibus. Para RC, a petista "não está sendo honesta com o povo de Fortaleza" ao afirmar isso. "Quero lamentar e manifestar minha frustração com a falta de honestidade da ex-prefeita de Fortaleza. É importante que se esclareça que foi um decreto dela, pessoal, dado no dia 21 e que ficou escondido até o dia 31", desabafou.

Para RC, o decreto veio à público no último dia do ano "para passar a impressão para o povo de Fortaleza que nossa gestão é que está dando o aumento". "Mas o povo é inteligente. Sabe que esse aumento partiu de uma decisão judicial. O decreto de R$ 2,20 foi feito pela prefeita Luizianne Lins. Nossa missão é tentar recuperar o mal feito. Entramos ontem na Justiça para proteger o interesse da população de Fortaleza", explicou.

O prefeito informou ainda que a Justiça pediu um prazo de 10 dias para se pronunciar sobre o caso. "Dia 11 a passagem já aumenta se a Justiça não der o parecer até o dia 11. Estamos dependentes agora da Justiça cearense, que vai apreciar a legalidade ou não do aumento da passagem. Se não, vai ter aumento dia 11. Se depois disso a justiça decidir que não aumenta, vamos interromper de imediato a passagem, que voltará aos R$ 2.

Já a versão da ex-prefeita Luizianne Lins para a questão é diferente. Segundo ela, o decreto que permite a elevação da tarifa de R$ 2 para R$ 2,20 se deu em obediência à decisão judicial da 1ª Vara da Fazenda Pública que, em 19 de dezembro, determinou prazo de 48 horas para que a Prefeitura de Fortaleza e a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) realizassem revisão tarifária das passagens de ônibus na Capital. Dia 21 o decreto teria sido assinado, sendo públicado no Diário Oficial do Município (DOM) três dias depois. A circulação do mesmo teria começado no dia 26, sendo disponibilizado na Internet apenas no dia 31.

"Esperei um contato do Prefeito eleito para que ele se inteirasse melhor da situação. No entanto, quando indagado sobre a decisão judicial que aumentou o preço das passagem o Prefeito eleito limitou-se a dizer que até o final do ano quem respondia por isso era a Prefeita que estava no Governo. Portanto, fiz a minha parte e quem deve responder pelo preço das passagens de ônibus a partir de 01 de janeiro de 2013 é o atual Prefeito", alega a petista.

Tópico: Roberto Cláudio acusa Luizianne de "falta de honestidade"

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!