São Paulo empata com Galo e segue líder

om desfalques dos dois lados, Atlético-MG e São Paulo entraram em campo neste domingo para o quinto duelo nesta temporada e, pela primeira vez no ano, ficaram no 0 a 0. O resultado serviu para o Tricolor Paulista se manter na liderança do Brasileirão e permitiu ao Galo seguir invicto no Independência: já são 36 jogos. Mas fica um alerta: é a quinta partida sem vencer para o time de Cuca. Os comandados de Ney Franco talvez tenham saído mais satisfeitos com o resultado - afinal, jogaram fora de casa e tiveram um homem a menos na maior parte do segundo tempo.

Embalado pela classificação à semifinal da Libertadores, mas desgastado após a partida de quinta-feira, contra o Tijuana, o Atlético-MG teve de superar as ausências de Réver e Bernard, que estão com a seleção brasileira. O São Paulo não tinha Jádson, Ganso e Luis Fabiano. Teve de apostar no garoto Lucas Evangelista e em Aloísio. O segundo brigou muito e deu trabalho.

Antes de a partida começar, muita festa para o goleiro Victor, que colocou o Galo nas semis da Libertadores ao defender um pênalti no fim do jogo contra o Tijuana. Já as máscaras da morte, que fizeram a festa da torcida no último jogo, sumiram das arquibancadas, que receberam 10.830 pagantes, para uma renda de R$ 344.250,00.

O empate serviu para o São Paulo se manter na liderança do Brasileirão após três rodadas. O Tricolor chegou aos sete pontos, à frente de Vitória e Botafogo pelo saldo de gols. Já o Galo somou o primeiro ponto na competição. Com um jogo a menos que a maioria, está na zona de rebaixamento, em 19º.

Paulo Miranda e Jo, São Paulo x Atlético-MG (Foto: Paulo Fonseca/Agência Estado)
No quinto jogo da temporada, Galo e São Paulo ficam no 0 a 0 (Foto: Paulo Fonseca/Agência Estado)

O Atlético-MG volta a campo nesta quarta-feira. Vai até Volta Redonda, onde enfrentará o Vasco, no Raulino de Oliveira. O jogo será às 21h (de Brasília). Mais cedo, às 19h30m, o São Paulo recebe o Goiás, no Morumbi.

Devagar, quase parando

Nos primeiros 30 minutos do jogo, o gol parecia algo muito distante. O Galo estava muito abaixo da intensidade habitual no Independência. E o São Paulo até tinha mais posse de bola, mas encontrava dificuldade para criar. O Tricolor ainda perdeu o lateral-esquerdo Carleto, que saiu contundido nos primeiros minutos.

Chance de gol, só no fim do primeiro tempo. Aos 34 minutos, o Tricolor quase marcou, após uma falha do herói Victor. Ele saiu catando borboletas em cobrança de escanteio, e Lúcio só não abriu o placar porque Marcos Rocha tirou em cima da linha. Na sequência, o Atlético-MG deu o troco. Luan fez boa jogada pela esquerda e passou como quis por Lúcio e Rogério Ceni, mas foi prensado na hora da finalização.

Cinco minutos depois, Luan desperdiçou outra boa chance. Marcos Rocha ganhou na disputa com Juan, que ficou pedindo falta, e cruzou para Luan. De frente para o gol, o atacante alvinegro finalizou de primeira, mas errou bisonhamente. Foi só, em um primeiro tempo de muita disputa, mas pouco futebol.

Um homem a menos

As duas equipes voltaram mais dispostas para a segunda etapa. Tanto que, em menos de dez minutos, apareceu uma boa chance de gol. Ronaldinho foi esperto e cobrou rápido uma falta na entrada da área. Jô bateu firme e exigiu grande defesa de Ceni. Pouco depois, o troco paulista. Aloísio fez um carnaval na defesa atleticana, foi ao fundo pela direita e cruzou para Osvaldo. O camisa 17 bateu desequilibrado e perdeu uma ótima oportunidade.

O jogo, que era equilibrado, pareceu mudar de figura aos 16 minutos. Denilson dominou a bola com a mão e, como já tinha cartão amarelo, foi expulso. Tudo indicava que o Atlético-MG tomaria conta do jogo, mas o Tricolor mostrou força. O jogo seguiu igual, e foi do São Paulo a melhor chance após a expulsão. Douglas deu bom chute de fora da área, e Victor fez boa defesa. O time de Ney Franco seguiu melhor no jogo, mas não foi agudo o suficiente para encontrar um gol. Ao fim, empate sem gols com sabor de vitória para o Tricolor e de alerta para o Galo.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!