Santos goleia Avaí por 5 x 2 na Vila Belmiro

Mais três pontos para se afastar de vez da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com a vitória por 5 a 2 sobre o Avaí, neste sábado, na Vila Belmiro, o Santos ratifica sua boa fase, sobe para o 10º lugar, com 27 pontos, abrindo sete de vantagem para o próprio time catarinense que, com a derrota, é o primeiro time do Z-4, com 20. Gabriel, Thiago Maia, Ricardo Oliveira, Nilson e Lucas Lima marcaram os gols do Peixe. O estreante Léo Gamalho marcou os gols do Leão. 

O Santos não foi intenso como na última quarta-feira, quando não deixou o Corinthians respirar, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Neste sábado, o Alvinegro foi um time mais cadenciado, esperando o Avaí. Mesmo assim, não teve dificuldades para abrir vantagem. Em 12 minutos de partida, o Peixe já vencia por 2 a 0, gols de Gabriel, aos 10, e de Thiago Maia, aos 12 - foi o primeiro gol do garoto revelado na Vila Belmiro. 

O Avaí tinha como melhores opções as descidas de Nino Paraíba, pela direita, e Romário, pela esquerda, que conseguiam espaços às costas dos laterais santistas. A equipe visitante conseguiu chegar ao ataque tocando a bola, mas marcou o seu gol num lançamento longo, que Léo Gamalho, estreante da noite, recebeu, se aproveitou de falha de David Braz e diminuiu, aos 28. 

O Santos marcou o terceiro logo aos 2 minutos do segundo tempo: Ricardo Oliveira, após ótimo lançamento de Geuvânio. O artilheiro do Brasileiro, com 11 gols, não marcava desde o duelo contra o Coritiba. Passou em branco contra Vasco, Atlético-PR e Corinthians (pela Copa do Brasil). Além disso, contra cariocas e paranaenses ele perdeu pênaltis. Como foi criticado por torcedores durante o jejum, ele não comemorou com a torcida. Preferiu cumprimentar amigos e familiares que estavam num camarote. 

O jogo estava fácil para o Peixe, que chegou ao quarto gol com Nilson, que havia acabado de entrar no lugar de Ricardo Oliveira. Aos 35, ele se aproveitou de vacilo da defesa do Avaí, após cruzamento de Leandro, e marcou. 

O Leão não estava morto, porém. Embora comandasse a partida, o Santos deixava espaços. Aos 37, Gamalho marcou mais um, após receber de Camacho. 

Esse gol não assustou os santistas, que chegaram ao quinto gol com a colaboração da arbitragem. Já aos 45, Lucas Lima invadiu a área, tropeçou no gramado e caiu. O árbitro Leandro Vuaden acabou marcando a penalidade. O próprio Lucas bateu e ampliou, fechando o placar.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!