Sob protestos, PM desocupa terreno invadido no bairro José Walter

Uma desocupação em um terreno com demarcação irregular na Avenida Presidente Costa e Silva com Avenida I, no bairro Conjunto José Walter, gerou protestos e gritaria por parte de moradores da comunidade 17 de abril na tarde desta sexta-feira (9).

Terreno foi invadido em 2010 junto com o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Foto: Natinho Rodrigues

Na ação, comandada por policias do Batalhão de Choque da Polícia Militar e Força Tática (FTA), um trator retirou estacas de madeira e tijolos do terreno, sob fortes gritos de moradores da comunidade e olhares atentos da população do bairro que observa a desocupação.
  
Conforme os moradores da comunidade 17 de abril, cerca de 1.200 famílias vivem no terreno que foi invadido em 2010 junto com o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que após algum tempo, deixou o local. Revoltados com a ação, os moradores da comunidade queimaram a bandeira do MST na Avenida I e quebraram casas desocupadas com pedaços de pau.

De acordo com o assessor de imprensa da Polícia Militar do Ceará, tenente-coronel Fernando Albano, a PM atendeu uma solicitação da Secretária das Cidades do Estado. No local deve ser construído um conjunto habitacional.

Fonte: dn

Tópico: Sob protestos, PM desocupa terreno invadido no bairro José Walter

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!