Uruguai empata com a Jordânia e garante vaga

Algoz da seleção canarinho na inesquecível final da Copa de 1950, no Maracanã, (apelidada como Maracanazo), o Uruguai voltará a participar de uma edição realizada no Brasil. Depois de praticamente garantir sua vaga no jogo de ida, quando goleou a Jordânia por 5 a 0, a Celeste não forçou tanto e empatou em 0 a 0 com o adversário da repescagem, na noite desta quarta-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu. Com o resultado, se juntou as outras 31 seleções que estarão no Mundial de 2014.

Antes do início do jogo, o ex-atacante Ghiggia, que fez o gol do título da final da Copa de 1950, recebeu uma grande homenagem. Seu feito foi reprisado em um grande telão e acabou sendo comemorado pelos torcedores como se tivesse acontecido naquele momento.

Ghiggia Homenagem Uruguai e Jordânia (Foto: Agência AFP )Ghiggia é homenageado pelos torcedores do Uruguai com reprise do gol da final da Copa de 1950 (Foto: Agência AFP )

 

Com o resultado, o Uruguai conquistou a última vaga para a Copa do Mundo de 2014. Além disso, a equipe confirma seu posto como um dos oito cabeças de chave, ao lado de Brasil, Argentina, Colômbia, Espanha, Alemanha, Bélgica e Suíça.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Atual campeão da Copa América, o Uruguai disputou a repescagem mundial porque foi o quinto colocado das eliminatórias sul-americanas - Argentina, Colômbia, Chile e Equador garantiram vaga diretamente no torneio. A Jordânia teve a segunda chance por ter ganhado o confronto entre os terceiros colocados dos dois grupos da quarta fase do qualificatório asiático, contra Uzbequistão - do continente, conseguiram a classificação direta Japão, Coreia do Sul, Irã e Austrália.

O Uruguai vai em busca do seu terceiro título mundial, já que venceu em casa a primeira edição do torneio em 1930 e depois em 1950. No total, a equipe soma 11 participações no torneio.

01

Uruguai domina o jogo, mas cria pouco

 

Cavani Uruguai e Jordânia (Foto: Agência Reuters)Cavani perde a bola (Foto: Agência Reuters)

Mesmo com a boa vantagem conseguida no primeiro jogo, o Uruguai começou o jogo mostrando que buscaria outra vitória. Melhor tecnicamente e com o apoio dos torcedores, que lotaram o estádio, o time dominou a posse de bola, mas encontrava dificuldades de penetrar na defesa da Jordânia.

Apesar do domínio, a Celeste só chegou com perigo mesmo aos 29 minutos. Cavani teve uma chance espetacular para marcar, quando invadiu a área, cortou o zagueiro e ficou livre. Porém, isolou a bola. A falta de emoção começou a incomodar os torcedores, que ameaçaram vaiar. Aos 41, o mesmo Cavani recebeu cruzamento de Maxi Pereira e cabeceou. A bola passou perto do travessão e saiu.

O Uruguai seguiu pressionado e quase abriu aos 43. Após um cruzamento na área, Lugano ganhou na cabeça do goleiro e a bola sobrou para o zagueiro Godín, que acertou o travessão.

Assim como no primeiro tempo, o segundo foi do Uruguai. Aos 15, Lugano quase abriu o placar, após aproveitar um cruzamento e cabecear no canto direito de Mohamad, mas a bola saiu. O lance acordou a torcida uruguaia, que não gostava da atuação do time.

Percebendo a pouca criatividade da equipe, o técnico uruguaio Óscar Tabárez colou Diego Forlan para tentar dar mais movimentação ao ataque. Porém, o rendimento não mudou e a partida acabou mesmo empatada em 0 a 0.

Info mapa 32 países classificados copa do mundo brasil (Foto: arte esporte)
Fonte: g1

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!