Após primeiro 0 a 0 da Euro, Itália bate Inglaterra nos pênaltis e está na semi

24/06/2012 18:50

A Eurocopa teve seu primeiro 0 a 0 neste domingo, mas não faltou emoção no clássico das quartas de final entre Itália e Inglaterra, em Kiev. Após dominar os 120 minutos de jogo, a Azzurra venceu por 4 a 2 na decisão por pênaltis e vai enfrentar a Alemanha na semifinal da próxima quinta-feira.

A seleção treinada por Cesare Prandelli não chegava à semifinal desde 2000, quando passou pela Holanda e depois perdeu a decisão para a França. A Itália foi superior à Inglaterra no tempo normal e na prorrogação, com 64% da posse de bola, 35 finalizações e dois chutes na trave. Na disputa por pênaltis, Montolivo desperdiçou a segunda cobrança italiana, mas depois Young acertou o travessão e Buffon defendeu a bola batida por Ashley Cole.

A partida entre Azzurra e Alemanha será na quinta-feira, em Varsóvia (Polônia). O outro finalista será conhecido na quarta, entre Portugal e Espanha, em Donetsk (Ucrânia). Os dois jogos são às 15h45m (de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Globo, do SporTV e do GLOBOESPORTE.COM. A decisão está marcada para o próximo domingo, em Kiev.

Primeiro tempo movimentado e de belos lances

Prandelli deixou Di Natale no banco para a entrada de Balotelli como titular. Thiago Motta, lesionado, ficou fora. A Azzurra deixou a retranca de lado e pressionou os ingleses durante a maior parte do jogo, inspirada pelo bom dia de Pirlo: 62% de posse de bola e 25 chutes, contra nove, nos 90 minutos iniciais.

A partida já começou com cara de clássico. Logo no terceiro minuto, De Rossi quase marcou um golaço: o camisa 16 da Azzurra acertou um chute lindo de fora da área, de primeira (e de canela...), mas a bola bateu na trave direita de Hart.

A resposta inglesa veio dois minutos depois e a bola só não entrou por causa de uma defesa espetacular de Buffon. Após boa jogada pela direita do ataque, Johnson recebeu na pequena área e chutou, mas o goleiro italiano salvou com uma mão só, a esquerda, e depois ainda evitou o rebote de Rooney.

Lá e cá, Rooney tentou de peixinho aos 13, mas mandou por cima. A partir daí, outro ídolo de Manchester teve as suas chances e desperdiçou. Rival de Rooney, do United, Balotelli, do City, tentou primeiro aos 25: recebeu sozinho lançamento de Cassano entre a zaga, demorou demais e foi cortado por Terry quando tentou encobrir Hart.

Aos 31, foi a vez de Montolivo deixar Balotelli na cara do goleiro inglês, o atacante do City pegou de primeira e viu Hart defender. No contra-ataque, Welbeck arrancou e tocou para Rooney, que devolveu de letra, o camisa 22 inglês chutou e errou o alvo, mandando por cima.

A última chance do primeiro tempo foi novamente de Balotelli, que recebeu passe de cabeça de Cassano na primeira área e chutou para fora, aos 41.

Boas chances e bicicletas, mas 0 a 0 não sai do placar

As equipes voltaram para a etapa final sem mudanças. E a partida continuou movimentada. No segundo minuto, Hart cortou um cruzamento, Marchisio lançou para a frente, De Rossi - em posição legal - pegou de primeira na pequena área e a bola passou rente à trave esquerda da Inglaterra.

Pressão total da Azzurra, que aos sete perdeu três oportunidades seguidas, em grande atuação de Hart. Primeiro, De Rossi arriscou de fora da área, e o goleiro defendeu. Balotelli pegou o rebote na área, e Hart salvou de novo. Na sequência, Montolivo bateu por cima do gol.

Aos 15, Balotelli tentou um golaço: após cruzamento da direita, o polêmico atacante dominou e arriscou uma bicicleta dentro da área, mas errou o alvo e mandou para fora. Logo após o lance, Hogdson tirou Welbeck e Milner para as entradas de Carroll e Walcott no "English Team".

Carroll teve uma chance rapidamente. Ele também tentou uma bicicleta, mas foi cortado, e Lescott pegou de primeira, com a bola passando muito perto da trave direita de Buffon, aos 19. Buffon voltou a levar um susto aos 31, quando Gerard bateu falta para a área e Rooney tentou o desvio, mas o goleiro da Azzurra segurou tranquilamente.

Prandelli decidiu mexer na Itália e colocou Nocerino e Diamanti em campo, nos lugares de De Rossi e Cassano. Aos 35, Diamanti arriscou de longe, mas Hart estava atento e pegou no canto direito. Um minuto  depois, Barzagli fez falta em Young e recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo. Na cobrança de Gerrard, Terry caiu na área depois de ter a camisa puxada por Bonucci, mas o árbitro português Pedro Proença não marcou pênalti.

á aos 43, Nocerino teve a chance final italiana para evitar o 0 a 0, recebeu lançamento na área e chutou em cima de Hart, que saiu bem do gol e salvou a Inglaterra. Quatro minutos depois, a última oportunidade inglesa: Rooney, de bicicleta, mandou por cima.

Azzurra marca, mas não vale

Na prorrogação, a Azzurra continuou chegando mais perto do gol de Hart, apostando nos bons passes de Pirlo e na força ofensiva de Balotelli. A Inglaterra, mais fechada, esperava aos contra-ataques.

A melhor chance do tempo extra foi aos 11 minutos: Diamanti tentou o cruzamento, a bola pegou efeito e bateu na trave direita de Hart, que ainda chegou a encostar as pontas dos dedos nela.

Aos sete, Balzaretti entrou pela ponta esquerda e cruzou para Diamanti, que pegou mal e chutou para fora, à direita da baliza inglesa. A rede, finalmente, balançou aos nove. Mas não valia nada... Diamanti fez boa jogada pela direita da área e cruzou para Nocerino, que cabeceou e fez o gol, mas em posição de impedimento - bem marcado pelo árbitro.

A partida terminou com 64% de posse de bola da Azzurra, que teve 35 tentativas ao gol contra apenas nove da Inglaterra.

Na decisão por pênaltis, Balotelli chamou a responsabilidade e foi o primeiro a cobrar: gol, no cantinho direito. Em seguida, Gerrard cobrou parecido e fez para a Inglaterra: 1 a 1.

Montolivo tentou bater no mesmo canto de Gerrard e Balotelli, mas errou: mandou para fora. Rooney mostrou como se faz: gol, também à direita de Buffon. Ingleses na frente: 2 a 1. À la Loco Abreu, Pirlo deu uma cavadinha, enganou Hart e marcou o segundo gol italiano. Young chutou forte, mas acertou o travessão: 2 a 2 nos pênaltis.

Nocerino seguiu a ideia de bater no canto direito, acertou e deixou 3 a 2 no placar para a Azzurra. A hora de Buffon brilhar chegou: Ashley Cole cobrou no canto esquerdo, o goleiro saltou bem e defendeu. Diamanti depois bateu na direita de Hart, marcou e classificou a Itália para a semifinal: 4 a 2 nos pênaltis.

Fonte: g1

 
   
   
 
 

 

Tópico: Após primeiro 0 a 0 da Euro, Itália bate Inglaterra nos pênaltis e está na semi

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!