Mulher fica com o bumbum deformado após implante de silicone no Rio

03/08/2012 19:13

Médico que fez a operação não era especialista em cirurgia plástica

Lidiane Lima Brandão quis economizar na hora de mudar o corpo e quase teve um sério problema de saúde. Uma colocação de prótese mal-sucedida deixou o bumbum da paciente deformado e um lado ficou maior do que o outro.

— No meu caso deu tudo errado. Com 15 dias não cicatrizava e eu continuava sentindo dor.

Quando finalmente os cortes cicatrizaram, Lidiane descobriu que o médico responsável pelo procedimento não era cirurgião plástico, mas um clínico geral. Luiz Haroldo, o cirurgião plástico responsável pela correção, afirmou que a saúde da paciente ficou em risco.

—  Com essa prótese ela corria o risco de romper a pele, causando uma necrose e uma infecção.

Além de gastar R$7.000 para a colocação do silicone que deu errado, Lidiane precisou desembolsar R$20 mil na cirurgia corretiva.

O caso de Lidiane é semelhante ao de pelo menos três mulheres que sofreram queimaduras no bumbum após tratamentos estéticos. Em março deste ano, uma enfermeira foi investigada suspeita de aplicar silicone industrial nas pacientes, que chegaram a ser internadas.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, mais de 90% dos erros em operações envolvem médicos não habilitados e 12 mil profissionais trabalham de forma ilegal no País.

Fonte: r7

Comfira o vídeo da Record:

Tópico: Mulher fica com o bumbum deformado após implante de silicone no Rio

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!