100 anos de Luiz Gonzaga

No dia em que faria 100 anos, o mestre Luiz Gonzaga ganha festejos em todo País. Em Fortaleza, é longo o roteiro de homenagens

Desde 1970, a cidade de Canindé, distante 120 km de Fortaleza, realiza a tradicional Missa dos Vaqueiros. O evento religioso, segundo a Associação dos Vaqueiros da cidade, é o mais antigo do Brasil, reunindo cerca de 1500 homens da caatinga montados em seus cavalos em procissão pela cidade. No ano de 1976, um convidado ilustre esperava ao altar a chegada dos sertanejos. “Quando lá chegamos, Seu Luiz Gonzaga estava cantando: ‘Vai boiadeiro que a noite já vem. Guarda o teu gado e vai pra junto do teu bem”, narra, em forma de canto, a vaqueira Dina, organizadora da missa campal daquela ocasião.


Mestra da Cultura Popular Tradicional, Dina Maria Martins hoje relembra o encontro com Luiz Gonzaga em show de homenagem a seu centenário. À frente do grupo A Rainha e os Vaqueiros, eles apresentam o show Aboios – O Som do Sertão, hoje e amanhã, 14, às 20 horas, no Sesc Centro (veja quadro com serviço). O formato já passou em turnê por Quixadá, Caridade, Sobral e Crato.


Ao explicar a ideia do projeto, Dona Dina relembrou o dia em que desafiou o rei do baião. “Ele olhou pra mim e cantou: ‘Morena tão bonita, me diga onde você mora’. Eu respondi: ‘Moro bem distante e meu marido está ali fora’. ‘Pois dê lembrança a ele, se arretire e vá embora’. E eu respondi: ‘Eu vou me arretirando, mas não é com medo, não. É mostrando para o povo a minha boa intenção’”, contou a vaqueira sobre a última vez em que esteve com o rei do baião. “Foi então que Luiz Gonzaga me abraçou e disse: “Essa nega é das nossas!”.


Desde então, Dona Dina não tirou da cabeça a ideia de levar para o palco o canto dos sertanejos. Trajados com gibão, perneira, peitoral e chapéu de couro, os vaqueiros-aboiadores apresentarão uma sequência de dez músicas mergulhadas nas vivências e poesias do sertão, utilizando-se do improviso e da interação com o público.


Também no ritmo da sanfona, o músico Nivaldo Expedito de Carvalho, o Chambinho do Acordeon, estende as comemorações ao centenário do rei e faz show amanhã, 14, no Kukukaya. Para quem não lembra, Chambinho é o ator que deu vida a Luiz Gonzaga no longa-metragem Gonzaga – de Pai para Filho.


O instrumentista, que desde criança foi influenciado pelo puxado do fole, começou a dedilhar as primeiras notas com canções de Gonzagão. Na apresentação de amanhã, Chambinho estreia nos palcos cearenses com um repertório que deve incluir também canções do álbum No Século XXI, no Pátio Forró, lançado este ano.


Para os que curtem algo mais intimista, a dica é conhecer o trabalho do Grupo Stallo, que tem base na percussão corporal. Ele lançam, hoje, o novo projeto Ao Mestre Luiz Gonzaga que, em formato pocket show, une música, teatro e dança para dar corpo aos fatos corriqueiros, aos dizeres e inspirações de Gonzagão. A apresentação acontece hoje, às 19 horas, na Saraiva MegaStore, no Shoping Iguatemi.


A noite de hoje também marca o encontro do Clube da Viola com a Associação dos Cantadores do Nordeste. Juntos, eles apresentam o projeto Sesc Casa do Cantador: 100 anos de Luiz Gonzaga. Repentistas, sanfoneiros, cordelistas e cantadores terão como tema a obra do maior expoente da cultura musical nordestina.


Apresentam-se o repentista e poeta Ivanildo Vila Nova, de Caruaru, e a violeira Mocinha de Passira, em encontro inédito. Entre tantos outros, o repentista Louro Branco (Jaguaribe/CE), Mestre Galvão de Sanfona de Oito Baixos (Juazeiro do Norte/CE) e as duplas cearenses Zé Matias e Rosa Neto, Marreco e Zé Calixto e Zilmar do Horizonte e Zé Maria. A programação conta ainda com a exposição de 15 concertinas e sanfonas de oito baixos (Pé de Bode), coleção do Mestre Galvão de Juazeiro do Norte.


Nas cidades de Recife e Exú a comemoração ganha dimensão nacional com a transmissão em tempo real dos festejos pela TV Brasil. Os shows de Daniel Gonzaga, Giberto Gil, Dominguinhos e Joquinha Gonzaga na terra natal do rei do Baião entram no ar a partir de 22 horas. Na capital pernambucana, sobem ao palco grandes nomes do forró como Alceu Valença, Baile do Gonzaga, Fagner e Targino Gondim, com transmissão também pela rádio.

 

SERVIÇO

 

Aboios

Quando: Hoje e amanhã, 14, às 20h

Onde: Teatro Sesc Emiliano Queiroz (Rua Clarindo de Queiroz, 1740 - Centro).

Entrada gratuita

Outras info.: 3267 2283



Chambinho do Acordeon

Quando: Amanhã, 14, a partir das 22h


Onde: Kukukaya (Av. Pontes Vieira, 55 – Dionísio Torres)

Outras info.: 3227 5661


 

Grupo Stallo


Quando: Hoje, às 19h

Onde: Saraiva MegaStore (Av. Washington Soares, 85, Edson Queiroz - Shopping Iguatemi)


Entrada gratuito

Outras info.: 3241 1986 ou www. saraivaconteudo.com. br/eventos


 

Projeto Sesc - Casa do Cantador

Quando: Hoje, às 18h

Onde: Casa do Cantador (Rua Coelho da Fonseca, 195 - Carlito Pamplona)

Outras info.: 3236 2929



Transmissão dos shows em Recife e Exu

Quando: Hoje, a partir de 22h


Veiculado pela TV Ceará (canal 5, UHF), TV Brasil (SKY canal 116), Rádio Universitária (FM 107,9) e pelo portal ebc.com.br.

Fonte: opovo

Tópico: 100 anos de Luiz Gonzaga

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!