Acidente nas obras do estádio do Corinthians deixa mortos

Um acidente nas obras do estádio do Corinthians, ocorrido na tarde desta quarta-feira (27), deixou três pessoas mortas, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Uma estrutura, que seria um guindaste e estava do lado de fora do estádio, tombou e atingiu parte da estrutura das arquibancadas. Em nota, o Corinthians lamentou o acidente no estádio que vai abrir a Copa do Mundo 2014. A construtora Odebrecht, que lidera o consórcio que faz a obra, informou que ainda vai se pronunciar sobre o acidente.

O acidente mobilizou equipes dos bombeiros, do Samu e da Polícia Militar (PM). Às 13h45, o PM tenente Gonzaga,  que estava na obra, informava que, além dos mortos, havia uma pessoa presa nas ferragens e um helicóptero da corporação aguarda a remoção para fazer o resgate.

Mapa estádio Itaquerão (Foto: Editoria de Arte/G1)

Um caminhão que estava nesta área externa foi atingido e um operário, que ficou preso dentro da cabine, morreu, de acordo com os bombeiros.

A PM chegou a informar, por volta das 13h20, que socorreu duas pessoas feridas com ajuda do helicóptero Águia da PM. Segundo coronel Maria Yamamoto, chefe da comunicação da PM, os dois funcionários se feriram após duas gruas da obra se desprenderem e os atingirem.

O estádio do Corinthians foi o local escolhido pela Fifa para o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho de 2014, que será entre a seleção brasileira e um adversário a ser definido no sorteio das chaves do Mundial no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauipe (BA).

O acidente
Os bombeiros afirmaram ter sido chamados para atender ocorrência na  Avenida Miguel Ignácio Curi, 900, Itaquera, São Paulo, às 12h54. No horário, operários faziam a colocação de estruturas em um arco na fachada do estádio.

 Os operários foram dispensados e deixavam o estádio por volta das 13h45. Adilan Freitas, de 30 anos, que trabalha na obra, relatou que o acidente aconteceu quando um guindaste subia a última peça da cobertura. “Ouvi só o barulho de trincar o painel”, relatou. Ele contou que estava distante, mas que mesmo assim foi possível ouvir o barulho.

Almoço evitou tragédia maior
Operário da obra do estádio do Corinthians José Mário da Silva ,48 anos, afirmou que haveria mais mortes em acidente com guindaste na tarde desta quarta-feira  se a maioria dos funcionários não estivesse em horário de almoço.

Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo"
José Mario da Silva, operário

"Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo. Só ouvi o barulho. Ele colocava a última peça da cobertura, que era a mais pesada", disse Silva que trabalha há quatro anos na obra.

Corinthians lamenta mortes
A assessoria de imprensa do Corinthians confirma a ocorrência do acidente que deixou funcionários que trabalhavam no Itaquerão feridos, mas não soube informar detalhes. "A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista vem a público lamentar profundamente o acidente ocorrido há pouco na Arena Corinthians. Não existem outra informações no momento", informou em nota. O clube decretou sete dias de luto.

Policiais civis do 65º DP, Artur Alvim, foram ao local do acidente pelo fato dele ter ocorrido na área de atuação da delegacia.

Terceiro acidente fatal em estádios da Copa
Este foi o terceiro acidente com mortes em estádios que estão sendo construídos ou reformados para a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. O primeiro foi no Estádio Nacional de Brasília, em junho de 2012, com a morte de um operário de 21 anos que caiu de 30 metros de altura. O segundo foi na Arena da Amazônia, em Manaus, em março deste ano, quando morreu outro trabalhador que caiu de uma altura de cinco metros.

Em abril, outra morte de operário foi registrada nas obras do novo estádio do Palmeiras, que não vai ser usado na Copa do Mundo.

Um caminhão que estava do lado de fora do estádio foi atingido e um operário ficou preso dentro da cabine morreu, de acordo com os bombeiros. Dois feridos foram socorridos pelo helicóptero Águia da PM. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Um caminhão que estava do lado de fora do estádio foi atingido e um operário ficou preso dentro da cabine morreu, de acordo com os bombeiros. Dois feridos foram socorridos pelo helicóptero Águia da PM. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Fonte: g1

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!