Atlético-PR vence Flamengo de virada no Maracanã e Mano pede demissão

Que virada! O Atlético-PR provou mais uma vez o motivo que é considerado a sensação do Brasileirão, ao lado do Cruzeiro. O Furacão foi até o Maracanã desafiar o Flamengo e não se intimidou. Após sair perdendo por 2 a 0, o clube paranaense fez um brilhante segundo tempo e venceu o Mengão por sonoros 4 a 2, em partida marcada pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Logo após o jogo Mano Menezes não aguentou a pressão e pediu demissão. Ele deve ter sentido ser difícil controlar um elenco no rio de Janeiro, onde muitos jogadores trocam a noite pelo dia.

Com o resultado positivo, o Atlético-PR vai se firmando no grupo dos quatro primeiros colocados, que dá ao fim da competição uma vaga para a Copa Libertadores da América. Sonhando ainda em assumir a ponta da tabela, o Furacão encontra-se na quarta posição com 38 pontos, a 11 do líder Cruzeiro.

No lado inverso da tabela, o Flamengo continua oscilando na competição. Desta vez, o Mengão deu a entender que iria fazer mais uma partida brilhante, porém, caiu de produção e foi batido pelo Atlético-PR. Demorando para acordar, o clube carioca segue brigando contra o rebaixamento, onde encontra-se na 14ª colocação, a dois pontos do Vasco da Gama, primeiro time do descenso.

E da-lhe Mengão!
O Flamengo não tomou conhecimento do bom momento vivido pelo Atlético-PR e começou o primeiro tempo de maneira arrasador. Logo no primeiro minuto, Hernane abriu o placar. Carlos Eduardo puxou o ataque, tocou para Rafinha, que deixou para o Brocador balanças as redes. O Mengão continuou em cima e o segundo não demorou a sair.

Aos oito minutos, Paulinho avançou pela direita e tocou para Luiz Antonio. O lateral dominou com a direita e soltou a bomba com a perna esquerda. A bola parou no canto direito de Wéverton. Em seguida, Luiz Antonio quase fez o terceiro, ao obrigar o arqueiro do Atlético-PR a fazer uma bela defesa.

O Flamengo seguiu na pressão, mas foi o Atlético-PR que chegou ao gol. Marcelo puxou o contra-ataque e deixou o estreante Fran Mérida livre para deixar o seu e recolocar o Furacão no jogo. O Mengão conseguiu responder nos minutos finais. Luiz Alberto arriscou o chute e Wéverton fez a defesa.

Furacão destroçou!
A bronca no vestiário acordou de vez o Atlético-PR, que não demorou para fazer o gol de empate. Everton avançou pela direita, cortou para o meio e deixou Delatorre sozinho para deixar tudo igual. Aos 16 minutos, por pouco, o Furacão não dançou o vira. Everton soltou a bomba, Paulo Victor salvou o Flamengo, ao tirar a bola em cima da linha.

O Flamengo foi se cansando, enquanto que, motivado, o Atlético-PR continuou em cima e chegou ao terceiro gol. Aos 32 minutos, Adryan falhou, a bola ficou para Roger, que achou Marcelo livre de marcação. Na área, o atacante não se abateu e dançou o vira à favor do Furacão.

Mesmo na frente do marcador, o Atlético-PR mostrou que queria mais e, ele, Roger desencantou. Aos 36 minutos, após bate e rebate na área, o ex-atacante de Palmeiras, São Paulo e Ponte Preta ficou com a bola e tocou no canto esquerdo de Paulo Victor, fechando a conta.

Próximos jogos
Na próxima partida, o Flamengo enfrenta o Náutico neste domingo, às 16h, na Arena Pernambuco, em Recife. Por sua vez, o Atlético-PR mede forças contra a Ponte Preta no mesmo dia, às 18h30, no Estádio Durival de Britto.

Ficha Técnica
Flamengo 2 x 4 Atlético
 
Fase
Fase Única
Rodada
22ª
Data
19/09/2013
Horário
19h30
Local
Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro
André Luiz de Freitas Castro

Assistentes
Fabio Pereira e Janette Mara Arcanjo
 
 
 
Cartões Amarelos
Flamengo:Wallace, Elias, Carlos Eduardo, Cáceres
Atlético:Léo, Marcelo, João Paulo, Everton, Manoel
 
Gols
Flamengo: Hernane 1' 1T, Luiz Antônio 7' 1T
Atlético: Marcelo 32' 2T, Roger 36' 2T, Fran Mérida 19' 1T, Dellatorre 8' 2T

Flamengo

Paulo Victor;
Luiz Antonio, Wallace, Marcos González e João Paulo;
Carlos Eduardo (Adryan), Víctor Cáceres, Paulinho e Elias;
Rafinha (Nixon) e Hernane (Marcelo Moreno)

Técnico: Mano Menezes

Atlético

Weverton;
Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão;
João Paulo, Bruno Silva (Dellatorre), Everton e Fran Mérida (Deivid);
Ederson (Roger) e Marcelo

Técnico: Vagner Mancini


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!