Ceará empata com Chapecoense no PV e avança na Copa do Brasil

O Ceará está na 3ª Fase da Copa do Brasil. O Vovô empatou em 1 a 1 com a Chapecoense, ontem, no Presidente Vargas, e enfrentará o Internacional na etapa seguinte. O primeiro jogo será no Beira Rio, no dia 30 de julho, e o segundo, no dia 13 de agosto, com mando do Alvinegro.

Ao vencer fora de casa por 2 a 1, o Ceará começou mais precavido, esperando a Chapecoense tomar iniciativa do jogo, já podia até perder por um gol que avançaria. E a tática alvinegra, deu certo no início de jogo, com a equipe se aproveitando de alguns vacilos do adversário para sair bem nos contra-ataques. Aos 7 minutos, Nikão inverteu o jogo para Vicente, que cruzou para Eduardo, mas o meia, de frente para o gol, bateu por cima, perdendo boa chance.

Porém, a oportunidade mais lamentada foi aos dez, quando a jogada tinha três homens do Ceará contra apenas um defensor da Chapecoense, mas Bill, ao tentar achar Magno Alves, tocou a bola exatamente no pé do único adversário no lance.

Mas a Chape também errava muito em suas investidas, geralmente buscando o centroavante Bruno Rangel. A zaga do Ceará mostrava grande dificuldade no combate, mas conseguia afastar, mesmo que perigosamente.

Com as táticas de jogo bem definidas, a partida se mantinha equilibrada. E com muitos erros de passe por parte das duas equipes. O Vovô, em especial, se atrapalhou muitas vezes na saída para o ataque, para irritação da torcida. Mas aos 34, Magno Alves deu passe para Eduardo, que bateu firme, tirando do goleiro Danilo: 1 a 0 Ceará.

Susto

Aos 37, a torcida alvinegra tomou um susto. A defesa falhou, Bruno Rangel balançou as redes, mas o assistente Márcio Luis Augusto marcou o impedimento.

Só que no último minuto do primeiro tempo, não teve jeito e a Chapecoense empatou. O atacante Leandro aproveitou sobra a bola espirrada por Sandro, e empurrou para o gol: 1 a 1.

O empate deixou a vaga em aberto e a garantia de grandes emoções para a etapa final. O resultado classificava o Ceará, mas um gol do adversário levaria a decisão para os pênaltis.

Se em vantagem o Ceará já mostrava insegurança e nervosismo, o placar perigoso deixou a equipe ainda mais instável. Logo aos 2 minutos, Rodrigo Biro bateu cruzado e Jailson fez ótima defesa, evitando a virada.

Desconto generoso

Com a Chape buscando o ataque, a fragilidade da marcação do Ceará se mostrava, pois mesmo recuado, o rival conseguia criar. Porém, depois de uns dez minutos de apreensão e pressão dos catarinenses, o Ceará melhorou. Os alvinegros equilibraram os ataques, dando um pouco de "refresco" para a defesa.

Depois dos 25 minutos, o técnico Sérgio Soares fechou o Ceará com duas substituições para segurar o adversário, que era melhor no jogo e só atacava. O Vovô, se não fazia uma boa partida tecnicamente, tinha muita raça, para segurar o placar. E mesmo com alguns sustos até os 52 minutos, confirmou a vaga, para alívio da torcida.

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!