Ceará empata em 2 x 2 com Vitória no Barradão e está na final

Em um jogo emocionante até o último minuto, o Ceará segurou o empate por 2 a 2 contra oVitória, em Salvador, neste sábado (11), e se classificou para a final da Copa do Nordeste 2015.

Após um primeiro tempo superior do Ceará, o Vitória começou a etapa final pressionando e marcou o primeiro gol, com Rogério. Melhor do Vovô na partida, Marinho empatou. Ramon recolocou a equipe rubronegra na frente, e Ricardinho, de pênalti, deu números finais ao jogo.

O Ceará irá enfrentar o vencedor de Bahia x Sport, que acontece no próximo domingo (12). Ao Bahia, interessa apenas a vitória. O Sport joga pelo empate com gols, após empatar em 0 a 0 em casa. A repetição do placar levará o duelo para os pênaltis.

A ida da final acontece no dia 22, e a volta, dia 29, com mandos e horários ainda a definir.

Ceará domina o Vitória no primeiro tempo

O jogo começou a "mil por hora". Logo aos 2 minutos, após bate-rebate na área, Ednei chutou forte por cima do gol de Luís Carlos. O Ceará reagiu e, aos 8 minutos, Assisinho pegou rebote da defesa e chutou forte no canto esquerdo. Fernando Miguel pulou e fez a defesa.

No minuto seguinte, veio a melhor chance do Vitória na primeira etapa. Rogério fez boa jogada pela esquerda e achou Vander livre dentro da área. Luís Carlos cresceu sobre o meia rubronegro e fez grande defesa à queima roupa.

Aos poucos, o Vovô colocou a bola no chão, trocou passes com paciência e diminuiu o ímpeto do adversário. Dependente das jogadas de Rogério pela ponta esquerda sobre Samuel Xavier, o Vitória caiu na partida e não criou mais chances de perigo.

Melhor tecnicamente, o Alvinegro de Porangabussu ganhou campo e foi chegando à meta adversária. Aos 35 minutos, Assisinho puxou contra-ataque e deixou Magno Alves na cara do gol. O "Magnata" foi dominar com a perna direita e deixou a bola escapar.

Aos 42, Magno Alves não errou. Mas Fernando Miguel, que já havia se destacado na primeira partida, evitou o gol. Bem na partida, Marinho foi lançado nas costas da defesa e chutou cruzado. A bola sobrou livre para Magno, que acertou ótimo chute de primeira, obrigando Fernando Miguel a pular e fazer grande defesa no último lance de perigo do primeiro tempo.

Gols ficam para a segunda etapa

O segundo tempo começou com o Vitória no ataque. E deu resultado. Aos 6 minutos, Vander recebeu na direita, levantou a cabeça e cruzou. Baixinho e melhor jogador do rubronegro na partida, Rogério subiu mais que todo mundo e acertou uma cabeçada forte, sem chance alguma para Luís Carlos.

Quando o Ceará ainda tentava se reerguer, a estrela de Marinho brilhou. O meia recebeu na direita, puxou para o meio e acertou a bomba com a perna esquerda, estufando as redes de Fernando Miguel.

Precisando da vitória, o Leão baiano não se abateu e se jogou ao ataque. Depois de várias bolas cruzadas, Luís Carlos falhou, e Ramon aproveitou para bater e recolocar o Vitória na frente, aos 28 minutos.

Mas era dia de Marinho. Surpresa na escalação de Silas, ele recebeu bola na área, aos 36, e foi derrubado por Nino Paraíba. No pênalti, Ricardinho foi para a bola e chutou confiante no canto direito. Miguel foi na bola, mas não chegou: 2 a 2.

A equipe mandante ainda tentou pressionar, mas o Ceará reforçou a defesa e segurou o placar e a classificação.

Fonte: dn


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!