Ceará só empata com CRB na Arena Castelão e permanece em terceiro

A posição dos times na Série B indicava equilíbrio no jogo. Terceiro colocado, o Ceará tentava se impor na Arena Castelão, em Fortaleza, contra um adversário encardido. Fora de casa, o CRB faz ótima campanha no Brasileiro e vende caro as derrotas. Nesta sexta, não perdeu nem ganhou. Zé Carlos, para o Galo, e Bill, para o Vozão, marcaram de cabeça no primeiro tempo e fecharam o placar em 1 a 1). No segundo tempo, o volante Somália foi expulsou e dificultou o trabalho do time alagoano, que se segurou como pôde para arrancar o empate.

O Ceará não vai descansar por muito tempo. Segunda-feira, o Vozão vai até Goiânia enfrentar o Atlético-GO, às 20h, no Serra Dourada. Terça, o CRB volta a Maceió para enfrentar o Oeste, às 20h30, no Rei Pelé. Na classificação da Segundona, o Ceará é o terceiro colocado, com 36 pontos, e o Galo é o quarto, com 34. Os times não podem mais deixar o G-4 nesta 21ª rodada.

O CRB adotou uma postura defensiva no início do jogo. Fechou espaços do Ceará, marcou forte e saiu aos poucos, sem pressa. Os donos da casa criaram a primeira chance, aos 13, num chute violento de Eduardo. Júlio Cesar, atento, pegou. Aos 17, ataque fatal do Galo. Marcos Martins cruzou da direita e Zé Carlos subiu no meio da zaga para cabecear com perfeição, pra baixo, sem chances para o goleiro: 1 a 0.

Antes dos 30 minutos, os times tiveram duas baixas. Ciel, do Ceará, e Júlio, do CRB, sofreram lesões musculares. Entraram, respectivamente, William Henrique e Juliano. Aos 34 minutos, Zé Carlos matou no peito, girou na área do Vozão e bateu por baixo. Éverson fez boa defesa. O Ceará apertou e empatou aos 48 minutos. Eduardo cruzou da esquerda, Bill se antecipou a Diego Jussani e cabeceou no canto de Juliano.

Expulsão polêmica do volante Somália 

O segundo tempo teve pouco futebol e muitos lances ríspidos. Zé Carlos, do CRB, recebeu o  terceiro amarelo e está suspenso para a próxima rodada. Depois, Richardson deu uma entrada violentíssima em Somália, e o árbitro Alisson Sidmei Furtado (TO) apenas advertiu o jogador do Ceará. Ficou barato pra ele. Aos 17, Somália deu um toque na bola após o apito do juiz, que foi muito exigente e, como o volante tinha cartão amarelo, expulsou o jogador do Galo. O Ceará ainda tentou um abafa na reta final do jogo, mas não criou o suficiente para desempatar.

Fonte: globo


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!