Confusão no Romeirão e árbitro encerra a partida antes do tempo

Revoltados com a marcação de um pênalti no fim do jogo, dirigentes e torcedores do Guarani de Juazeiro invadiram o campo.

O duelo entre o Guarani de Juazeiro e o Guarany de Sobral, ontem, no Romeirão, em Juazeiro do Norte, terminou com muita confusão. Aos 43 minutos do segundo tempo, com o placar em 0 a 0, a partida foi encerrada prematuramente pela arbitragem.

A confusão começou quando o árbitro da partida, César Magalhães, assinalou um pênalti cometido por Igor em Maciel, para o Cacique do Vale.

Revoltados com a marcação, dirigentes do time da casa invadiram o campo, impedindo que a penalidade fosse cobrada. Parte da torcida repetiu a invasão, obrigando o policiamento a intervir.

Sem condições de prosseguir o jogo, o árbitro encerrou a partida antes do fim.

À espera da súmula

A Federação Cearense de Futebol (FCF), por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que vai esperar a súmula do jogo para tomar um posicionamento.

De acordo com o artigo 43 do Regulamento Geral das Competições da FCF, o time que, por cinco minutos, se recusar a continuar a disputa de qualquer partida, ainda que permaneça em campo, será considerada perdedora por 3 a 0, em caso de empate no placar do jogo.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!