DIA DE FINADOS

Parte considerável das ruas de Fortaleza pode ser facilmente cavoucada entre túmulos do cemitério São João Batista. Ilustres como o senador Virgílio Távora, os barões de Aratanha e de Studart, general Sampaio, Quintino Cunha, Tristão Gonçalves, Plácido de Carvalho e outros que ajudaram a construir a história da cidade descansam abaixo do chão do cemitério. Em túmulos imponentes, correm às vistas os pequenos trechos, como resumos, da dor e da saudade dos parentes que ficaram aqui, mesmo há tanto tempo.

 

Nos epitáfios andam escritas de português de outros tempos. As mensagens, qual cartas, são convites para visitação do cemitério mais antigo em funcionamento em Fortaleza no Dia de Finados ou em outro qualquer, mesmo para aqueles que não têm parentes a guardar ali. “São as paixões e não os interesses que constroem o mundo”, ensina o túmulo do Virgílio Távora. “Aqui esperam a ressurreição final”, diz a lápide de Olegário e Celina, marido e mulher que aguardam, juntos e eternos, pelo dia do juízo.


As inscrições nas covas traçam ainda parte da memória da Capital. “Plácido que em vida deixou exemplos indeléveis de bom caráter, operosidade e amor à nossa querida Fortaleza.” É o registro da morte de Plácido Carvalho, responsável pelo palácio na hoje praça Luíza Távora, destruído em 1972.


As lápides também armazenam protesto, como naquela que abriga o corpo de frei Tito, assassinado pela ditadura militar em 1974. Escrito em letras maiúsculas, o túmulo ainda exclama a dor do frade. “Preso, torturado, banido do País, atormentado... Até a morte por ter proclamado o evangelho, lutando pela libertação de seu povo.” Morto em L’Arbresle, na Franca, Tito agora descansa na terra onde nasceu.


Alguns dos túmulos são verdadeiros altares. Fotos e objetos pessoais enfeitam, ao lado de velas, a casa dos corpos. Enquanto alguns choram e lamentam, seis meninos entre 10 e 13 anos oferecem a ajuda para manter os jazigos com tinta fresca. Os serviços custam R$ 5. Leonardo, o mais velho, já tinha ganho R$ 22 até as 10 horas da manhã.


Nem só de personagens conhecidos e afamados são povoadas as covas e as saudades do São João Batista. Mais afastada da entrada da rua Padre Mororó, rumando para a avenida Filomeno Gomes, a morada eterna dos mais simples também enche de saudades as leituras das lápides. Numa delas, a família coloca a foto de um garotinho de dois anos e as palavras de incompreensão pela despedida: “Tão cedo partiste deixando nosso coração dilacerado de dor e saudade”, narra.


O operador de loja Davi Ramos Vieira, 31, já não demonstra a saudade da mãe em choro, mas continua as visitas, desde 1999, nas datas comemorativas que escolheu para a despedida. Antecipou para ontem o encontro marcado para hoje. “Amanhã (hoje) é muito cheio, fica difícil de conversar”, diz. As flores que leva precisam ficar escondidas no túmulo porque ali não é espaço de confiança. “Outras vezes, trazia e, pouco depois, eram roubadas”, conta. Por isso, o túmulo de Marlúcia tem uma pequena cavidade para depositar as rosas. “Se eu pudesse, faria um castelo para ela.”

 

ENTENDA A NOTÍCIA


Preparação para o Dia de Finados aconteceu ao longo da semana nos cemitérios de Fortaleza. Ontem, o São João Batista estava lotado. Boa parte das pessoas antecipava a visita e outra realizava a limpeza e a manutenção do equipamento.

 

Serviço

Programação nos cemitérios de Fortaleza


Cemitério São João Batista

Onde: rua Padre Mororó, 487, Centro

Missas no dia 2 de novembro acontecem nos seguintes horários: 8h, 10h (com o bispo Dom José Antônio), 12h, 15h e, por fim, às 17 horas.


Cemitério São Vicente de Paula

Onde: avenida Abolição, 3986

Missas no dia 2 de novembro, na Igreja Nossa Senhora da Saúde. Em frente ao cemitério. A primeira será às 4h30min da manhã e a última às 19h30min.


Cemitério Parque da Paz

Onde: avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 4454

Missas no dia 2 de novembro, nos seguintes horários: 8h, 10h, 11h, 13 horas e missa campal às 16h30min. Às 12h será realizado culto ecumênico.


A Associação 64/68 Anistia, o Instituto Frei Tito, o Coletivo Aparecidos Políticos e a Comissão de Anistia Wanda Sidou realizarão hoje, a partir das 8h30min, um ato ecumênico. O local escolhido: o túmulo do frei Tito de Alencar, que fica no Cemitério São João Batista, religioso cearense que morreu na França, para onde foi exilado.

 

Veja o que funciona hoje


O comércio fecha neste feriado de sexta-feira (2), Dia de Finados. Postos de gasolina funcionam em regime facultativo. A frota de ônibus no feriado e durante o fim de semana do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), terá 31 veículos coletivos extras, de acordo com informações da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

 

Nos shoppings, funcionam cinemas, supermercados e praças
de alimentação e lazer em horário normal. A maioria das lojas nos shoppings não vai funcionar, à exceção das Lojas Americanas dos shoppings Via Sul, Benfica e Del Paseo. No Via Sul, funcionará ainda o Teatro (das 13h às 20h (Bilheteria), com o espetáculo “Dupla & Personalidades”, às 21h.


Bancos: fechados

Repartições públicas: Fechadas

Cagece: Plantão pelo número 0800 275 0195

Coelce: Plantão pelo número 0800 285 0196

Metrô: Não circula

Postos de combustível: Funcionamento facultativo

Lojas: Fecham

Supermercados: Funcionam normalmente

Coleta de lixo sem alterações: A coleta de lixo domiciliar funciona normalmente. O serviço de varrição realizado diariamente no Centro e na Beira Mar também não sofre alteração durante o feriado.

Fonte: opovo

Tópico: DIA DE FINADOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!