Flamengo despena Galo no Mané Garrinha e sai da Zona

O Flamengo "despenou o Galo". O time carioca venceu o Atlético-MG por 3 a 0 neste domingo, em Brasília. O Flamengo somou três pontos, conseguiu escapulir da zona de rebaixamento e jogou o Galo entre os times que lutam para fugir da degola. Com gols de Nixon, Elias e Paulinho, o Rubro-Negro pulou da 17ª para a 12ª colocação, com 13 pontos. Já o time mineiro, que chegou à sexta derrota na competição - sendo a terceira consecutiva - é o 17º, com 10.

O volante Elias comemorou a reabilitação do time carioca, que vinha de derrota de 3 a 0 diante do Bahia, na última quarta-feira.

- (Aquele) foi um jogo apático, foi o pior jogo nosso. Não era para esquecer da derrota, era para tirar lições. Dessa vez, a equipe foi mais agressiva, teve mais atitude e conseguimos vencer - disse o jogador, autor do segundo gol rubro-negro.

O Flamengo volta a campo na quarta-feira para enfrentar a Portuguesa, também em Brasília. O Atlético-MG receberá o Botafogo, em Belo Horizonte.

- Tomamos dois gols muito rápidos, estávamos com a posse de bola, depois que tomamos o gol, o time baixou o nível dentro de campo. Vamos acertar esses erros para o jogo que vem - analisou o atacante atleticano Diego Tardelli.

O jogo, que teve público de 31.548 pagantes (renda de R$ 1.987.775,00), começou movimentado, com ambos os times buscando o ataque. E foi o Flamengo que levou a melhor, logo aos 7 minutos, quando Richarlyson saiu jogando errado. Marcelo Moreno rolou e Nixon abriu o placar. Na jogada, Moreno sentiu dores na coxa direita, foi substituído por Rafinha e chorou no banco de reservas.

Pouco depois, com uma bela finalização fora da área, Elias ampliou. Sem Ronaldinho Gaúcho, Bernard e Jô, o Galo perdeu muito do seu poder ofensivo.

Com boa marcação e saída de bola rápida, o Rubro-Negro dominou a maioria das ações, foi pouco incomodado e teve chance de ampliar. Em uma delas, Nixon, livre de marcação, não acertou a bola que cruzou a boca do gol e desperdiçou de forma incrível.

Galo volta melhor, mas Fla amplia

O Atlético-MG voltou melhor do intervalo, com boas investidas, mas sem conseguir transformar a superioridade em gol. O Rubro-Negro saía bem nos contra-ataques, mas caiu de produção. O Galo esteve por várias vezes próximo de marcar o gol. Em uma delas, Felipe fez boa defesa em finalização de Alecsandro.

Ao mesmo tempo em que se lançou ao ataque, o time mineiro deu espaços no setor defensivo. O Flamengo conseguiu se acertar em campo, soube aproveitar os espaços, e Paulinho fez o terceiro gol, após belo passe de Rafinha. O tento selou o placar, e a torcida flamenguista comemorou com gritos de "olé" e "Segunda Divisão" para o Galo.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!