Guarany de Sobral vence Ceará de virada no Estádio Presidente Vargas

Com gols de Marciel e Vítor Cearense, Cacique do Vale passou por um Ceará apático e sem qualidade técnica, na estreia pela 2ª fase do Estadual.

Em jogo marcado por altos e baixos, o Guarany de Sobral venceu o Ceará, fora de casa, no Estádio Presidente Vargas, na noite desta quinta-feira (7), na estreia das duas equipes na segunda fase do Campeonato Cearense. Com o resultado, o Cacique do Vale chegou aos seus primeiros três pontos. Já o Ceará, após a eliminação na Copa do Nordeste, estreou de maneira apática, no Estadual.

Na próxima rodada, o Alvinegro de Porangabuçu encara o Tiradentes, também no PV, no dmingo que vem. Já o Guarasol recebe o Icasa, em casa, no Estádio do Junco, em Sobral, também no domingo.

Altos e baixos

No primeiro tempo, Ceará e Guarany de Sobral tiveram momentos bem distintos em campo. Apático até cerca de 15 minutos, o Vovô praticamente só assistiu o Cacique do Vale atacar. Marciel e Abel Marinho foram os mais perigosos e deram muito trabalha à zaga alvinegra.

A partir do 16º minuto, a situação se inverteu e as bolas começaram a chegar nos pés do meia Ricardinho, responsável pela distribuição das jogadas no Ceará. A partir daí, a partida ganhou novo ritmo e o time da casa começou a ameaçar. Vicente cruzou pela esquerda e Pingo perdeu um gol inacreditável, de cara para o gol.

Aos 28, de tanto tentar, o mesmo Vicente conseguiu mandar bola na cabeça de Anselmo, que marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra. Depois disso, Ricardinho e Pingo perderam novas chances, desperdiçadas.

E esse desperdício não foi a tônica do atacante Marciel, que recebeu bola em contra-ataque e tirou do goleiro Fernando Henrique para empatar. Eram passados 41 minutos e o empate deu uma esfriada no ímpeto alvinegro.

Virada do Cacique do Vale

Na segunda etapa, o jogo começou com pouca técnica e muita força. Os dois times arriscavam pouco e se mostravam pouco criativos. Nem mesmo as arrancadas de Marciel ou os chutes de Ricardinho se repetiram.

Depois do 20 minutos, o Guarasol acodou em campo. E, diante da inatividade do Ceará, voltou a pressionar com mais perigo. Marciel mandou chute perigoso, aos 22 minutos. Aos 28, ele e Abel Marinho fizeram boa tabela e o gol só não saiu pela agilidade de Fernando Henrique, que mandou para escanteio.

No lance seguinte, Vítor Cearense cobrou escanteio. A zaga tirou e voltou para o mesmo Vítor. Ele mirou e acertou uma bomba, virando o placar no PV: 2 a 1.

Daí, o Ceará foi correr atrás do prejuízo. Mas, apático, o time não conseguiu mais do que chutes de longe. Ricardinho ainda acertou a trave, mas nada mais. E assim, o Guarany de Sobral saiu de campo vitorioso.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!