Obras no entorno da Arena Castelão são retomadas

Após sete dias de paralisação, a greve dos funcionários que trabalham nas obras do entorno da Arena Castelão chegou ao fim na manhã desta terça-feira (23).

Obras no entorno da Arena castelão devem ser entregues até a Copa das Confederações.

Depois da realização de uma assembleia, os trabalhadores decidiram pelo fim do movimento e já retomaram os trabalhos no local.

De acordo com o Secretário Especial da Copa, Domingos Neto, o diálogo foi essencial para que a paralisação chegasse ao fim."Para que se tenha uma ideia, a única frente de serviço que retornou da greve foi esta das obras no entorno da Arena Castelão; todas as outras continuam paradas. O diálogo e a boa relação entre as partes envolvidas na obra possibilitaram a antecipação do fim da paralisação", disse o secretário.

Ainda de acordo com Domingos Neto, o cronograma da obra segue o mesmo e não há riscos de atrasos. "A paralisação foi parcial. Outras frentes de serviço, como a Cagece e a Coelce, seguiram trabalhando. Agora, com todas as frentes de serviço liberadas, ampliaremos a velocidade da obra para cumprirmos o cronograma. Até a Copa das Confederações, a malha viária em torno da Arena e a rotatória estarão entregues", garante.

Sintepav-CE prevê atraso de 15 dias na data de entrega das obras

Já para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil Pesada no Ceará (Sintepav-CE), Raimundo Nonato Gomes, a greve deve gerar um atraso de cerca de 15 dias nos trabalhos. "Toda obra deve seguir o ritmo normal. Uma paralisação em uma obra como essa deve gerar um atraso de mais ou menos 15 dias", afirma. De acordo com Nonato Gomes, os trabalhadores receberão aumento salarial de 11%, além de cesta básica no valor de R$ 180,00, mais hora extra de 100% aos sábados e abono dos dias em que estiveram parados.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!