São Paulo vence Flamengo no Morumbi

Melhor no primeiro tempo, com apenas quatro titulares, e muito superior na etapa complementar, já reforçado por Ganso e Alexandre Pato. Foi assim que o São Paulo venceu o Flamengo por 2 a 1, com gols de Luis Fabiano e Pato – Everton descontou, de pênalti. A entrada dos dois jogadores mais técnicos do elenco tricolor foi determinante para o triunfo. E se a aposta de Luxa em Almir como titular não foi bem-sucedida, a entrada de Mugni após o intervalo também não surtiu efeito: ele falhou feio no gol de Pato. O de honra do Fla nasceu em lance de de desatenção de Ganso, que botou a mão dentro da área.

Na segunda rodada do Brasileirão, domingo, às 16h (de Brasília), o São Paulo enfrenta a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, em Campinas. Mas antes de encarar a Macaca, o Tricolor faz o jogo de volta contra o Cruzeiro pelas oitavas de final da Libertadores, no Mineirão – na partida de ida, no Morumbi, venceu por 1 a 0. O Flamengo, por sua vez, recebe o Sport no Maracanã, na sequência do nacional, também no domingo, às 16h.

São Paulo e Flamengo não fizeram um grande primeiro tempo, mas o Tricolor foi ligeiramente superior. O lance mais perigoso saiu dos pés de Wesley, passou pela forte cabeçada de Paulo Miranda e parou nos pés de Paulo Victor, autor de boa defesa. O Fla só fez uma triangulação boa. Na volta do intervalo, Milton Cruz colocou Ganso, mas a primeira grande chance foi rubro-negra: Ceni impediu gol de Gabriel com uma defesaça. Pouco depois, Anderson Pico fez esforço hercúleo e evitou o que parecia gol certo de Luis Fabiano. Ganso ainda entregou nos pés de Cirino, Ceni saiu bem da meta, e a bola sobrou para Canteros, que isolou.

São Paulo x Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)São-paulinos comemoram gol após triunfo sobre o Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)

 

Aos 28, os donos da casa abriram o placar em belíssima jogada. Pato, que acabara de entrar, recebeu no meio, livrou-se da marcação com talento e deu a Wesley, que, com uma cavadinha, encontrou a cabeça de Luis Fabiano: 1 a 0. Seis minutos depois, Pato matou o jogo. Mugni errou passe para Canteros na intermediária defensiva. Souza roubou e deu a Thiago Mendes, que ligou para Ganso, com muita categoria, deixar o atacante livre para bater no contrapé de Paulo Victor. O gol rubro-negro, anotado no fim, saiu após pênalti bobo de Ganso. Everton bateu bem e descontou.

Fonte: g1


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!